Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Flamengo e Bragantino avançam em negociação por Léo Ortiz, afirma Marcos Braz

Vice-presidente de futebol do Flamengo reforça, contudo, que “ainda falta muita coisa” para a contratação do zagueiro ser confirmada

Léo OrtizAri.jpg

Léo Ortiz, alvo do Flamengo, fez o gol da vitória do Bragantino neste sábado (27) pelo Paulistão

Ari Ferreira/Bragantino

A negociação entre Flamengo e Bragantino envolvendo o zagueiro Léo Ortiz teve um novo capítulo nos últimos dias. As partes fizeram concessões e caminharam no sentido de um acerto, por mais que Marcos Braz, vice-presidente de futebol do clube carioca, ainda dizer que “falta bastante coisa”.

“O Bragantino aceitou baixar um pouco o que vinha pedindo, e o Flamengo também aceitou subir um pouco, mas ainda falta bastante coisa. Pelo menos é o nosso entendimento”, resumiu Braz, em entrevista à TV Globo, neste sábado (27).

Os dirigentes do Flamengo estão em Orlando, nos Estados Unidos, onde o time realiza pré-temporada até o dia 30 de janeiro. Os contatos com o Bragantino, contudo, não cessaram. O Rubro-Negro conta com o desejo do atleta e, por isso, mantém o otimismo em atender o pedido de Tite pela contratação de Léo Ortiz.

Leia Também

De acordo com o “ge”, o Flamengo formalizou uma oferta que chega a 8,5 milhões de euros (cerca de R$ 45 milhões), com bônus e metas, ao clube de Bragança Paulista, e Léo Ortiz abriu mão do valor que teria a receber pela transferência.

As primeiras conversas entre Flamengo e Bragantino foram realizadas ainda em 2023. Com um acerto encaminhado com o jogador, o Rubro-Negro já teve outras ofertas recusadas pelo clube paulista. A primeira proposta foi de 6 milhões de euros.

Enquanto isso, Léo Ortiz esteve em campo neste sábado (27) e marcou o gol do Bragantino no empate em 1 a 1 com o Botafogo-SP, pelo Campeonato Paulista. O defensor chegou a treinar separado do elenco, mas foi reintegrado ao grupo de Pedro Caixinha para o início do Paulistão.

“Muita coisa aconteceu nesse começo de ano, principalmente nas primeiras semanas para que se tivesse pelo menos um caminho de como as coisas iam acontecer. Eu não estava com cabeça e não seria correto com meus companheiros ter um cara que não estava 100% focado na preparação. Eu pedi para o mister (Pedro Caixinha) e junto com o clube para que ficasse fora por alguns dias. Pelo menos para que pudesse ter um caminho”, afirmou Léo Ortiz ao canal TNT após a partida.

“A decisão ainda não teve, mas foi um pouco difícil. Estou um pouco atrasado em relação a preparação física e ritmo de jogo. Espero que as coisas se definam logo para que todo mundo possa seguir seus caminhos, independentemente de ficar ou sair, para que seja uma página virada e para que todo mundo possa seguir sua vida”, completou o defensor.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais