Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Celeste em peso: Matías Viña é o 11º uruguaio da história do Flamengo

Lateral-esquerdo se junta ao elenco rubro-negro e reforça o “FlaUruguai”, que já contava com Varela, Arrascaeta e Nicolás De La Cruz

Varela Nico Vina Arrascaeta.jpg

Varela, Matías Viña, Nicolás De La Cruz e Arrascaeta em Orlando, nos Estados Unidos, durante a pré-temporada do Flamengo

Gilvan de Souza/Flamengo

O Flamengo agora conta com quatro uruguaios em seu elenco principal. Matías Viña foi anunciado e se juntou ao elenco principal nesta quinta (25), em Orlando, nos Estados Unidos, reencontrando Guillermo Varela, Nicolás De La Cruz e Giorgian De Arrascaeta, seus companheiros na Celeste. O lateral-esquerdo será o 11º uruguaio a vestir o Manto. Abaixo, a Itatiaia relembra o histórico da “FlaUruguai”.

Arrascaeta, é claro, é o maior representante da Celeste no Rubro-Negro. Com 63 gols em 248 jogos, o camisa 14 é quatro estrangeiro com mais atuações e o terceiro com mais gols na história do Flamengo. São 11 títulos, sendo duas Libertadores, dois Brasileiros e uma Copa do Brasil, além de três Cariocas, duas Supercopas do Brasil e uma Recopa Sul-Americana,

De La Cruz se juntou ao plantel em janeiro. Varela, por sua vez, estreou no Flamengo em setembro de 2022, participando da reta final da campanha da Libertadores.

A presença do quarteto celeste, contudo, gera preocupação. O futebol brasileiro não será paralisado durante a Copa América, e Varela, Viña, De La Cruz e Arrascaeta são presenças praticamente certas na lista de Marcelo Bielsa. Assim, podem desfalcar o Flamengo em até 14 partidas ao longo de 2024. Saiba mais aqui.

Leia Também

Antes do atual quarteto, o último uruguaio a defender foi Peralta, em 2006. Foram apenas 20 jogos e quatro gols marcados de uma passagem decepcionante, mas que teve a conquista da Copa do Brasil daquele ano.

O lateral-direito Ramirez defendeu o Flamengo entre 1977 e 1979. É o segundo uruguaio com mais jogos pelo Flamengo (94), e conquistou dois Cariocas em sua passagem. O zagueiro Manicera, titular do Uruguai na Copa do Mundo de 1966, disputou 70 partidas entre 1968 e 1969.

Fechando os 11 uruguaios, estão atletas que tiveram passagens curtas pelo clube carioca: o zagueiro Rodriguez, em 1938; o atacante Bucheli, em 1945; o atacante Mendonza, entre 1966 e 1967; e o zagueiro Dario Pereyra, em 1988.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais