Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Rezende esbanja regularidade e encanta Rogério Ceni: ‘Sabe fazer todas as funções’

Utilizado como “coringa”, camisa 5 fez 98 jogos desde que chegou ao Esquadrão, em 2022

Rezende comemora gol assinalado contra o Jacobina, pela 3ª rodada do Baianão

Rezende comemora gol assinalado contra o Jacobina, pela 3ª rodada do Baianão

Tiago Caldas/EC Bahia

Único remanescente do time da Série B de 2022 que segue como titular no Bahia, Rezende caiu nas graças do técnico Rogério Ceni. Autor do primeiro gol do Esquadrão na goleada por 5 a 0 sobre o Jacobina-BA, o jogador vem esbanjando regularidade em todas as posições desde que desembarcou em Salvador (BA).

Utilizado como uma espécie de “coringa”, ele já atuou como volante, zagueiro e lateral-esquerdo - caso da última quarta-feira (24), contra o Jegue da Chapada, pela 3ª rodada do Campeonato Baiano.

Sua capacidade de sair jogando e fazer desarmes encanta o comandante tricolor, que até pediu ao Grupo City, detentor da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do clube, que renovasse o contrato do atleta por mais tempo.

“Rezende é um jogador que merece estar em campo. Tenho que encontrar uma posição para aqueles que se destacam. [Ele] Sabe fazer qualquer função. Aliás, deveriam renovar o contrato dele por mais tempo. É um cara que joga sempre em alto nível, sempre regular”, derreteu-se Ceni.

O atual vínculo do volante/zagueiro/lateral-esquerdo do Bahia vai até o fim de 2025. Portanto, caso permaneça no Bahia até lá, o técnico terá pelo menos duas temporadas para aproveitar Rezende do jeito que quiser.

Regularidade em campo

Sem o holofote de outras contratações, Rezende chegou ao Bahia no início de 2022, comprado junto ao Azuriz-PR. Depois de uma boa temporada pelo Goiás, o camisa 5 se firmou no meio-de-campo do Esquadrão e fez 44 partidas, sendo 31 como titular, com um gol e uma assistência.

Vale lembrar que, na Série B daquele ano, o Tricolor de Aço teve três técnicos - Guto Ferreira, Enderson Moreira e Eduardo Barroca.

Rezende durante treino no CT Evaristo de Macedo, em Camaçari (BA)

Rezende durante treino no CT Evaristo de Macedo, em Camaçari (BA)

Tiago Caldas/EC Bahia

No ano seguinte, depois da oficialização da compra da SAF pelo Grupo City, o desempenho foi ainda mais regular. Sob os comandos de Renato Paiva e Rogério Ceni, Rezende entrou em campo em 53 oportunidades. E, dessa vez, até um certo tino para influenciar no ataque se aflorou: foram quatro gols e três assistências no período.

De acordo com dados do site Footstats, Rezende foi o jogador com mais interceptações na Série A (32), e o 7º com mais desarmes certos (55), o melhor do Bahia em ambos os casos. Além disso, foi o segundo que mais acertou passes na equipe (1.042), atrás apenas do zagueiro Kanu (1.291).

Próximo jogo

Depois de estrear o time principal com o “pé direito” contra o Jacobina, o Bahia volta a campo no próximo sábado (27), às 16h, para enfrentar o Bahia de Feira. O compromisso, válido pela 4ª rodada do Campeonato Baiano, será realizado na Arena Cajueiro, em Feira de Santana (BA).

Rogério Ceni já adiantou que deve rodar o elenco, mas não revelou quem deve sair do time que começou jogando na última quarta.

Leia Também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais