Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Fortaleza desiste da contratação de Eduardo Vargas, do Atlético; veja os motivos

Clube cearense queria o atacante chileno por empréstimo, com parte do salário pago pelo Galo; alto valor inviabilizou uma proposta

O Fortaleza desistiu de negociar a contratação do atacante chileno Eduardo Vargas, do Atlético. O alto salário e o modelo da transação inviabilizaram que uma proposta oficial fosse feita. A direção do clube cearense sondou dirigentes do Galo e os agentes do atleta no início da semana.

A intenção do Fortaleza era ter Vargas por empréstimo até o fim de 2024, situação que não funcionava para o Atlético. O contrato do atacante de 34 anos em Minas vai até dezembro e não há intenção de renovação por parte do clube. Normalmente em casos de empréstimo o vínculo é prorrogado para que o atleta não saia de graça quando retornar do clube pra o qual foi cedido.

Mas o valor do salário de Vargas também foi um impeditivo para que o Fortaleza prosseguisse nas tratativas. Considerado alto para sua folha salarial, a expectativa do comando do Leão era de que o Atlético pagasse parte desse vencimento, algo também que não interessa aos mineiros.

O alvo do Fortaleza em Vargas tem um motivo: em meados de março seu centroavante titular, o argentino Martin Lucero, terá audiência no TAS, o Tribunal Arbitral do Esporte. Ele tem jogado por meio de um efeito suspensivo após ser suspenso em 8 de agosto de 2023 por quatro meses pela Fifa após demanda do Colo Colo, seu ex-clube. Os chilenos alegam quebra de contrato sem pagamento.

Não há garantias de que a suspensão de Lucero não será confirmada pelo TAS. Se isso acontecer, ou o Fortaleza paga o Colo Colo ou perderá o jogador pelo menos até a metade de 2024. Por isso o clube quer um jogador de qualidade para a posição, e Vargas tinha esse perfil, apesar de estar em baixa no Galo.

O reserva de Lucero, Thiago Galhardo, não vive boa fase técnica e também está afastado para tratar da saúde mental depois do atentado sofrido pela delegação na semana passada, no Recife, quando bomba e pedras foram atiradas pela torcida do Sport após o 1 a 1 pela Copa do Nordeste.

O Fortaleza deve ir atrás agora de outro jogador para a posição, mas o tempo é curto: a janela de transferências no Brasil fecha em 7 de março.

A situação de Vargas

Vargas tem contrato com o Galo até dezembro de 2024. Ele participou de 25 minutos do empate por 1 a 1 contra o América, no fim de semana passado, foi elogiado por Felipão, mas desde o fim de 2023 está disponível para ser negociado. Ele chegou a ser oferecido ao Vasco, mas o negócio não andou.

Com lesões, Vargas teve pouco espaço no Atlético em 2023. Foram três gols e uma assistência em 31 jogos, sendo apenas 13 como titular. Desde que chegou ao Galo, em 2020, o chileno tem 131 partidas pelo clube, com 24 gols.

Com o aval de Felipão para entrar em campo cada vez mais, o chileno pode ser opção no próximo sábado (2), diante do Ipatinga, na Arena MRV, na última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro.

Leia também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais