Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

STJD rejeita conversões de penas para jogadores envolvidos em apostas esportivas

Igor Cariús, Eduardo Bauermann, Alef Manga e Vítor Mendes haviam feito o pedido ao tribunal

O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), José Perdiz, rejeitou o pedido de conversão de pena quatro jogadores em sessão do Pleno, nesta quinta-feira (1). Igor Cariús, Eduardo Bauermann, Alef Manga e Vítor Mendes, punidos por envolvimento em esquemas de apostas esportivas, não poderão substituir os dias restantes de penas por pagamento de cestas básicas.

“O Pleno fez uma sessão administrativa pela manhã antes de começarmos e decidiu que não haverão conversões de pena das questões relativas à manipulação de resultados. O Pleno se reuniu, discutiu as questões de internacionalização das penas, questões de eventuais descumprimentos do não pagamento de multas em até 10 dias úteis após a decisão do Pleno. A questão toda levou o Pleno a decidir administrativamente no sentido de que não haverão conversões nesse período aqui em relação aos atletas condenados por manipulação”, afirmou o presidente do Tribunal.

Igor Cariús e Alef Manga estavam acordados, respectivamente, com Sport e Coritiba. Os dois jogadores realizam trabalhos físicos separados por ainda cumprir a punição imposta pelo STJD. Eduardo Bauermann chegou a ser sondado pelo América para um retorno ao clube mineiro.

O pedido havia sido aceito por parte do vice-presidente Felipe Bevilacqua. A questão foi decidida quando José Perdiz estava atuando como interventor da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Leia também

As punições

  • Igor Cariús multa no valor de R$ 60 mil, em seis meses (R$ 10 mil por mês), além de uma doação de 20 cestas básicas;
  • Eduardo Bauermann: suspenso por 360 dias e multa de R$ 35 mil reais;
  • Vitor Mendes: suspenso por 720 dias e multa de R$ 70 mil;
  • Alef Manga: suspenso por 360 dias e multa de R$ 50 mil;

Operação Penalidade Máxima

A Justiça de Goiás investiga, por meio do Ministério Público do estado (MP-GO), a manipulação de resultados no futebol com o envolvimento de jogadores e intermediários. No total, são 17 jogadores profissionais denunciados por receber ou aceitar receber vantagem financeira em troca de ajudar os apostadores recebendo cartões ao longo da partida.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Leonardo Parrela é repórter multimídia na área de esportes na Itatiaia. É formado em Jornalismo pela PUC Minas. Antes da Itatiaia, colaborou com Globo Esporte, UOL Esporte e Hoje Em Dia, onde cobriu Copa do Mundo, Olimpíada e grandes eventos.
Leia mais