Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Daniel Alves é condenado a 4 anos e meio de prisão por estupro

Ministério Público da Espanha pediu nove anos de prisão

O ex-jogador Daniel Alves foi condenado a 4 anos e seis meses de prisão pelo crime de estupro de uma jovem em boate. O resultado foi anunciado pela Justiça de Barcelona, na Espanha, na manhã desta quinta-feira (22).

Além da condenação, o ex-lateral da Seleção Brasileira e Barcelona terá que pagar 150 mil euros (cerca R$ 800 mil) para a vítima.

Daniel Alves terá que cumprir a pena na Espanha, uma vez que o crime ocorreu em território espanhol. No entanto, caso queira cumprir a sentença no Brasil, a defesa dele poderá fazer uma petição à Justiça.

O julgamento do lateral-direito Daniel Alves, acusado de agredir sexualmente uma jovem, na época com 23 anos, em uma boate de Barcelona, em dezembro de 2022.

Em depoimento, o ex-lateral chorou, disse que tinha consumindo bebida alcóolica e negou ter estuprado a jovem.

Daniel Alves ainda pode recorrer da decisão, no Superior Tribunal de Justiça de Catalunha. A defesa do jogador pode ainda apelar ao Tribunal Supremo, em Madrid, em última instância.

O Ministério Público da Espanha pedia nove anos de prisão para Daniel Alves.

*Com informações da CNN Brasil

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista formado pela Newton Paiva. É repórter da rádio Itatiaia desde 2013, com atuação em todas editorias. Atualmente, está na editoria de cidades.
Leia mais