Ouvindo...

Times

Neymar e Messi são as maiores estrelas para os catarianos e carregam o peso dos jejuns de suas seleções

Craques do PSG estão por todo lado em Doha, seja em comerciais, cartazes da Copa ou em telas de artistas de rua

DOHA – O jejum sul-americano tem Brasil e Argentina como as seleções com mais chances na batalha pela Copa do Mundo de 2022. E quando se trata dessas duas equipes na atualidade, a responsabilidade maior recaí sobre Neymar e Messi, companheiros no Paris Saint-Germain, da França, e estrelas da competição que os catarianos organizam.

A relação do Catar com o PSG é muito forte, pois o clube é comandado por Nasser Al-Khelaifi, ex-professor de tênis do emir que dirige o país.

Nasser é presidente e diretor executivo do PSG, pois está no comando da Qatar Sports Investments (QSI), que é dona do clube francês.

Isso com certeza influencia na relação, até porque o PSG vem ao Catar todo ano, mas de toda forma Messi e Neymar são os principais ídolos desta Copa para os catarianos, pelo menos para quem anda pelas ruas de Doha.

Os dois craques estão na maioria das peças publicitárias por exemplo da Ooredoo, empresa de telefonia oficial da Copa do Mundo do Catar.

Eles estão ainda em cartazes da Copa do Mundo, com Neymar sendo tratado como “Rei do estilo” e Messi “Rei da Magia”.

No Souq Waqif, tradicional mercado de Doha, artistas de rua apostam nos retratos dos craques do PSG, mais uma prova de que as duas estrelas sul-americanas são ídolos no Catar.

Motivos não faltam para Neymar e Messi buscarem a Copa de 2022. O brasileiro teve uma participação ruim e criticada há quatro anos, na Rússia, quando deixei o torneio com a marca de jogador que simula faltas, se joga demais em campo.

Messi, aos 35 anos, dificilmente deixa de viver seu último Mundial. E depois de quebrar o jejum de títulos com a seleção argentina vencendo a Copa América de 2021, no Brasil, tenta a glória máxima.

Alexandre Simões é coordenador do Departamento de Esportes da Itatiaia e uma enciclopédia viva do futebol brasileiro
Leia mais