Ouvindo...

Times

Meghan Markle estaria desesperada para falar com Kate Middleton desde o diagnóstico de câncer

Duquesa de Sussex, que se mudou para os EUA em 2020, deseja ‘fazer as pazes’ com a cunhada

Kate Middleton teria sido procurada pelo príncipe Harry e Meghan Markle pouco antes do aniversário do Rei Charles III, que marcou sua primeira aparição pública após diagnóstico de câncer. As informações são do “Expresso”.

A cerimônia Trooping the Color ocorreu no dia 15 de junho. Conforme Louise Roberts, especialista em família real, Harry e Meghan desejam deixar “o passado para traz”, assim como as diferenças entre eles.

“Meghan se sente mal por Kate – quero dizer, ela teria que ser completamente cruel para não se sentir mal por ela”, destacou Louise ao Sky News.

“Mas a questão agora é que eles querem realmente consertar as coisas, mas, devo perguntar, qual é o motivo e o que isso traz para Kate?”, acrescentou.

Leia também

Para a especialista, apenas um motivo faria com que Kate voltasse atrás. “A única razão pela qual eu poderia pensar que ela talvez iria considerar algum tipo de reconciliação é pelo bem dos filhos. Para que esses priminhos possam se conhecer e Charles, como avô, possa conhecer seus netos nos EUA”, disse.

Antes da primeira aparição, Kate revelou que tem “dias bons e dias ruins” durante o tratamento, que inclui quimioterapia. Além disso, ela destacou que “ainda não está fora de perigo”.

Briga já dura quatro anos

O duque de Sussex está afastado da família real desde que ele e sua esposa Meghan Markle abandonaram seus deveres reais e se mudaram para os EUA em 2020, onde agora moram com seus dois filhos.

O relacionamento com a família real ficou ainda mais conturbado após o casal participar da série documental da Netflix, “Harry e Meghan”, além do polêmico livro de memórias publicado pelo duque, Spare.


Participe dos canais da Itatiaia:

Patrícia Marques é jornalista e especialista em publicidade e marketing. Já atuou com cobertura de reality shows no ‘NaTelinha’ e na agência de notícias da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt). Atualmente, cobre a editoria de entretenimento na Itatiaia.
Leia mais