Ouça a rádio

Compartilhe

Meta lança desafio para aumentar representatividade negra no metaverso

Projeto quer atrair criadores negros de realidade aumentada para estimular diversidade no ambiente virtual

O metaverso da Meta, que controla Facebook, Instagram e WhatsApp, está em busca de mais diversidade. Para isso, a companhia lançou o  Desafio RAP (Realidade Aumentada na Pele), um programa exclusivo do Brasil, que vai oferecer treinamento e premiação para projetos que aumentem a presença e melhorem a representação de pessoas pretas no ambiente virtual da empresa. 

Embora 56% da população brasileira se considere preta ou parda (de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE), há pouca representatividade para esse público em avatares e filtros no espaço digital. Para entrar no desafio é preciso ter mais de 18 anos, se autodeclarar negro e participar dos cursos Spark AR Início Rápido e Spark AR Fundamentos de RA, oferecidos pela Meta no Blueprint, sua plataforma de cursos gratuitos.

Entre esta terça-feira (24) e 10 de junho, os participantes podem acompanhar lives e mentorias. Depois que concluírem a capacitação, eles devem criar um filtro para ser usado no Instagram e no Facebook que contemple pelo menos três tons diferentes de pele preta.

Erick Portes Martins, gerente de parcerias estratégicas da Meta na América Latina, destaca que a iniciativa tem como premissa que ao incluir, educar e desenvolver mais criadores negros de RA, é possível promover mais diversidade, oportunidades e inclusão para esse grupo no ambiente digital. 

“É preciso criar oportunidades de forma intencional e o Desafio RAP nasce como uma forma de abrir mais portas para a comunidade negra no universo de realidade aumentada.” 

Os filtros devem ser enviados em 20 de junho, entre 8h e 22h. Eles precisam seguir as políticas de comunidade do Facebook, do Instagram e do Spark AR, bem como estar publicados e aprovados para o público. As criações não devem simular modificações cirúrgicas ou mudanças de características físicas, como alteração de tom de pele ou redução de nariz.

As primeiras 200 soluções inscritas serão avaliados pelo júri com base em engajamento, criatividade, sofisticação e aplicabilidade para usuários e negócios. As 10 melhores serão premiadas com bolsa de estudos e equipamentos.

https://youtu.be/7fjNyr9jHCc?list=PLNg3SPAllvX7Jy3B8X-M2ZRjN6BQlMhWv

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido