Ouça a rádio

Compartilhe

Diretor prevê maior arrecadação do Brasil com nova perspectiva de sócios no Cruzeiro 

Programa Sócio 5 Estrelas já conta com quase 56 mil associados

Hoje, o Cruzeiro ocupa a sétima colocação no ranking de sócios-torcedores no Brasil

O torcedor do Cruzeiro atendeu ao chamado de Ronaldo e levou o clube a um patamar bem melhor no ranking de sócios-torcedores no Brasil. Hoje, a Raposa está na sétima colocação com quase 56 mil inscritos. E o diretor de novos negócios acredita que o programa de fidelidade pode até o fim do ano ser o de maior arrecadação no Brasil.

“Uma opinião pessoal é de que se a gente chegar a 70 mil sócios até dezembro, a gente fica bem robusto no programa e acredito que com a maior arrecadação de sócios do Brasil - disse Lênin Franco à Itatiaia.

Principal fonte de arrecadação desde o começo de 2022, o Sócio 5 Estrelas garante ao Cruzeiro o pagamento de boa parte das contas. O plano de fidelidade tinha pouco mais de 10 mil inscritos até dezembro do ano passado, e é cinco vezes maior antes mesmo do prazo estipulado. A arrecadação mensal está próxima de R$ 1,8 milhão.

Segundo a previsão de Lênin Franco, esperava-se 50 mil adesões até dezembro deste ano, número que foi atingido bem antes.

E essa expectativa de crescimento é o que motiva o pensamento de o clube ter em breve a maior arrecadação com o programa dentre todos os clubes brasileiros.

“Nosso ticket médio é maior do que a maioria dos clubes que têm, por exemplo, mais de 100 mil sócios, mas com ticket médio muito baixo. (…) Temos um ticket médio perto de R$ 40, e muitos clubes com mais de 100 mil sócios têm ticket de R$ 9, R$ 10. Isso (ticket médio mais alto), para a gente, tem fundamental importância”, garantiu.

“É difícil cravar (sócio paga tudo no clube), porque o Cruzeiro tem muito passivo para resolver, e o caixa é um só. Efetivamente, a gente já consegue, com o plano de sócios, segurar a onda para manter salário em dia”, revelou.

"O plano de sócios nos dá fôlego para que a gente mantenha, durante o ano, o salário em dia, que é prioridade”, completou.

*Informações obtidas por Guilherme Piu e Emerson Pancieri.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido