Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Tipo air fryer: professor explica como onda de calor atua em Minas Gerais ‘fritando tudo e todos’

O professor chama atenção para as temperaturas na casa dos 10 °C acima da média no estado durante a tarde

Veja como fica a previsão para esta terça-feira (14)

Veja como fica a previsão para esta terça-feira

freepik/ reprodução/ imagem ilustrativa - Larissa Ricci/ Itatiaia

A air fryer virou um item importante na cozinha e, se você não sabe como é feita aquela batatinha crocante, sem o uso de óleo, agora vai entender. Isso porque não é muito diferente da atuação da onda de calor que deixa Minas Gerais e outros 12 estados em alerta vermelho até a próxima sexta (17).

De acordo com o professor de geografia, Lucas Oliver, a sensação de estar em um forninho não é um exagero.“A bolha de calor se forma na massa Tropical Continental, com o ar quente subindo e encontrando alta pressão que o empurra de volta para a superfície. É a mesma dinâmica da air fryer. Ar quente circulando numa bolha fechada”, explicou. Sendo assim, o ar sobe e, depois, é lançado de volta. “Assim, ele se retroalimenta, fritando tudo e todos”, acrescentou.

O professor chama atenção para o fato de as temperaturas estarem cerca de 10 °C acima da média no estado durante a tarde. Conforme Lucas, novos recordes podem ser batidos esta semana, principalmente, entre quarta (15) e quinta-feira (16).

Nessa segunda-feira (13), os termômetros atingiram 37,3°C, segundo informações da Defesa Civil da capital. A temperatura foi a segunda maior já registrada neste ano, e a maior do mês de novembro. Em setembro de 2023, durante outra onda de calor, a capital mineira registrou 38,6 °C.

A temperatura foi considerada a maior da história. Antes, o recorde, de 38,4 °C, havia sido registrado em outubro de 2020.

Previsão para o dia

Esta terça-feira (14) segue com sol e temperaturas elevadas em todo o estado de Minas Gerais. Em Belo Horizonte, segundo a Defesa Civil, o dia será de céu claro, com temperatura elevada e baixa umidade relativa do ar, à tarde.

A mínima registrada foi de 23 °C no início da manhã. Os termômetros podem atingir 37 °C, com umidade relativa do ar mínima em torno de 15%, à tarde. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o nível ideal para o organismo humano gira entre 40% e 70%.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as pancadas de chuva isoladas podem acontecer pontualmente, principalmente no Sul, Triângulo Mineiro e Zona da Mata, mas não será suficiente para reduzir o calor.

“Temperaturas da ordem de 40 °C são esperadas, ao longo da semana, para localidades isoladas do Triângulo Mineiro, Noroeste, Norte, Jequitinhonha, Rio Doce, Mucuri e Zona da Mata”, informou o Inmet. No Norte e no Jequitinhonha, os termômetros podem marcar 43 °C.

Recomendações da Defesa Civil para os dias de calor:

  • Hidrate-se durante o dia;

  • Prefira alimentos leves e frescos, como saladas, frutas, carnes grelhadas;

  • Evite frituras;

  • Durma em local arejado e umedecido por aparelhos umidificadores, ou ainda coloque uma bacia com água;

  • Evite atividades físicas ao ar livre e exposição ao sol entre as 10 e 17 horas;

  • Evite banhos com água muito quente, para não potencializar o ressecamento da pele, se necessário use hidratante;

  • Em caso de problemas respiratórios procure um especialista;

  • Não provoque queimadas em lotes vagos, matas ou florestas. Em caso de incêndio avise imediatamente, ao Corpo de Bombeiros (193), Defesa Civil (199) ou Polícia Militar (190).

Formou em jornalismo pela PUC Minas e trabalhou como repórter do caderno de gerais do jornal Estado de Minas. Na Itatiaia, cobre principalmente Cidades, Brasil e Mundo.
Leia mais