Ouça a rádio

Compartilhe

Mais caro que gasolina, diesel é encontrado a R$ 7,39 em postos de BH, e caminhoneiros reclamam

Para encher o tanque, motoristas pagam em média R$ 1 mil 

Preço do diesel segue mais caro do que a gasolina em postos de Belo Horizonte

O preço do óleo diesel continua alto em postos de combustíveis de Belo Horizonte, mesmo após a queda nos últimos dias no valor da gasolina e do etanol. Caminhoneiros ouvidos pela Itatiaia reclamam e dizem que gastam cerca de R$ 1 mil para encher o tanque o que, segundo eles, é um "absurdo". Antes do aumento, o valor para completar era de aproximadamente R$ 450.

O caminhoneiro Manoel de Souza Rodrigues, morador de Vespasiano, na região metropolitana, disse que nunca viu algo assim. "Essa semana, descendo pra Governador Valadares, eu observei que os postos além de não terem baixado o preço, ainda estão cobrando a mais pra pagar com cartão de crédito [aumenta vinte centavos]."

Relato parecido tem o caminhoneiro Agenor Lourenço, que diz que ainda não percebeu nenhuma redução no valor do diesel que faça diferença. "Está um absurdo, né? Eu na minha nunca vi o que a gente tá passando hoje, diesel ser mais caro do que a gasolina. Se o caminhão estiver na reserva gasto R$ 1 mil para encher o tanque. Antes, gastava em média R$ 500."

Muitos postos de combustíveis preferem receber o pagamento em dinheiro do caminhoneiro. O coordenador do site de pesquisas Mercado Mineiro, Feliciano Abreu, aponta uma possível justificativa para essa preferência.

"Os postos querem realmente receber à vista, em dinheiro, porque hoje o capital de giro de um posto de combustível é muito grande, porque ele tem que comprar. A partir do momento que ele recebe no cartão de crédito ele tem que pagar uma taxa para a administradora do cartão."

*Com informações da repórter Camila Campos.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store