Ouça a rádio

Compartilhe

Governo de Minas reconhece a região “Entre Serras da Piedade ao Caraça” como produtora de Queijo Minas Artesanal

Produção da iguaria faz parte da história da região desde o Ciclo do Ouro

Região “Entre Serras da Piedade ao Caraça” foi reconhecida como produtora de Queijo Minas Artesanal

Terra de queijos tradicionais e reconhecidos no Brasil e exterior, Minas Gerais acaba de ganhar mais um incentivo para impulsionar o setor. O Governo de Minas anunciou o reconhecimento de mais uma região produtora de Queijo Minas Artesanal (QMA), conforme portaria publicada pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA): é a região “Entre Serras da Piedade ao Caraça”, que contempla os municípios de Catas Altas, Barão de Cocais, Santa Bárbara, Rio Piracicaba, Bom Jesus do Amparo e Caeté. A localização, entre as serras da Piedade e do Caraça, acabou dando origem ao nome da região recém reconhecida.

A região “Entre Serras da Piedade ao Caraça” passa a ser a 10ª região de Minas Gerais reconhecida oficialmente como produtora de Queijo Minas Artesanal. Mais nove regiões já são reconhecidas como produtoras do tradicional queijo mineiro: Araxá, Campos das Vertentes, Canastra, Cerrado, Diamantina, Serra do Salitre, Serro, Triângulo Mineiro e Serras da Ibitipoca.

Reconhecimento de qualidade

O reconhecimento oficial é importante para Minas, uma vez que assegura que o produto é de qualidade, além de melhor remuneração para quem produz. Com o selo, o produtor rural tem melhores condições de desenvolver sua produção, contratar mais pessoas e gerar mais empregos. Com melhor suporte, o queijo é produzido com segurança sanitária e colocado nas gôndolas dos supermercados com muito mais valor.

De acordo com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o reconhecimento da região como produtora de Queijo Minas Artesanal é muito importante para que os produtores possam sair da informalidade e tenham acesso a novos mercados. Com a caracterização e conseguindo a habilitação sanitária, o produtor poderá comercializar seu queijo em todo o território nacional com o Selo Arte. Minas Gerais é o estado que possui o maior número de queijarias com este selo, que habilita a comercialização em todo o país. 

Tradição regional

Conforme pesquisa realizada pela Emater-MG, a história da produção de queijos na região “Entre Serras da Piedade ao Caraça” está atrelada à mineração, desde a época do Ciclo do Ouro.

Com o surgimento das pequenas vilas e povoados, surgiu a necessidade de prover alimentos para as pessoas que vinham trabalhar no local. A produção de queijo passou a ser adotada como forma de conservação do leite, uma vez que a pecuária também se iniciou com as expedições em busca de ouro e território.

Benefícios da caracterização

A caracterização das regiões produtoras de queijos artesanais é um processo de resgate da história e da cultura de um determinado território. Além disso, serve como um estímulo para os produtores investirem na atividade, na medida em que podem colocar em seus rótulos o nome da região em que é produzido.

A região situada entre as serras da Piedade e do Caraça é reconhecida como um dos mais importantes patrimônios naturais, históricos e religiosos de Minas Gerais com forte vocação turística. A caracterização da região como produtora de uma iguaria tão enraizada na história mineira pode impulsionar ainda mais a geração de emprego e renda para os produtores e desenvolvimento para os municípios.

Queijos artesanais em MG

Levantamento da Emater-MG indica que, no estado, há 7.063 estabelecimentos destinados à produção dos diversos tipos de queijos artesanais.

Neste grupo, o destaque é o Queijo Minas Artesanal. São 3.103 agroindústrias em Minas Gerais. A produção estimada é de 21,8 mil toneladas por ano, o que representa 65,2% da produção dos queijos artesanais das agroindústrias familiares.

(Com informações da Agência Minas)


ITATIAIA. AQUI TEM MINEIRIDADE. OFERECIMENTO: MINAS GERAIS – GOVERNO DIFERENTE, ESTADO EFICIENTE; GERDAU. BRASILEIRA DE NASCIMENTO. MINEIRA DE CORAÇÃO E SISTEMA FECOMÉRCIO MG, SESC, SENAC E SINDICATOS PATRONAIS - SEMPRE ATUANTES E PRESENTES NA VIDA DOS MINEIROS. 

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido