Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Homem morto em confronto entre organizadas em BH era entregador e deixa filha de dois anos

Lucas Elias Vieira, de 28 anos, foi baleado durante a briga e foi encaminhado ao Hospital Santa Rita, mas não resistiu

O torcedor morto durante um confronto entre torcidas organizadas de Atlético e Cruzeiro neste sábado (2), na região do Barreiro, em Belo Horizonte, era entregador e tinha uma filha de dois anos. Lucas Elias Vieira, de 28 anos, foi baleado durante a briga.

Conhecido também como ‘Bidu’, Lucas chegou a ser encaminhado ao Hospital Santa Rita, em Contagem, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo familiares, ele era ‘trabalhador’ e uma pessoa ‘do bem’.

‘Nunca imaginei que ele ia morrer disso. Ele era trabalhador, saía de casa nove horas da manhã e só chegava duas da manhã. Isso é uma covardia’, contou um familiar à Itatiaia.

Lucas era torcedor do Cruzeiro e sempre que podia, ia aos jogos do clube. Ele deixou uma filha de dois anos.

Leia também

Outros feridos

Outros dois torcedores também acabaram feridos devido ao confronto. Eles foram baleados e encaminhados à UPA do Barreiro, no bairro Diamante. Eles também eram torcedores do Cruzeiro.

Dois presos

Dois suspeitos acabaram presos suspeitos de terem atirado. Uma arma também foi apreendida, conforme informações da Polícia Militar.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista formada pela PUC Minas. Mineira, apaixonada por esportes, música e entretenimento. Antes da Itatiaia, passou pelo portal R7, da Record.
Repórter policial e investigativo, apresentador do Itatiaia Patrulha.
Leia mais