Ouvindo...

Times

Sábado pode ser o dia mais quente da história de BH com 39 °C e umidade de 15%

A temperatura deve cair 5 °C no domingo, quando a máxima estimada é de 34 °C

Sábado (18) pode ser o dia mais quente da história de Belo Horizonte se as previsões se confirmarem e os termômetros marcarem 39 °C, conforme indicou a Defesa Civil municipal. Até o momento, 25 de setembro bateu o recorde desde o início das medições de temperatura em 1961: 38,6 °C. A máxima de calor anterior ocorreu em outubro de 2020, com 38,4 °C.

Conforme o órgão, o céu deve ser claro a parcialmente nublado e baixa umidade relativa do ar, à tarde. A umidade relativa do ar mínima pode ficar em torno de 15%, à tarde. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), entre 20 e 30% é estado de atenção; abaixo de 20% é estado de alerta. O nível ideal de umidade do ar para o organismo humano gira entre 40% e 70%.

A boa notícia é de que, no domingo (19), há previsão de chuva que pode ajudar a aliviar. A temperatura deve cair 5 °C e a máxima estimada fica em torno de 34 °C. A mínima prevista, segundo a Defesa Civil, é de 22 °C e a umidade de 35%.

Confira as recomendações da Defesa Civil

- Hidrate-se;⠀
- Evite a exposição direta ao sol, em especial, entre 10h às 16h
- Use chapéu e óculos escuro e aplique protetor solar
- Diminua os esforços físicos e mantenha os ambientes arejados
- Faça refeições leves e evite bebidas alcoólicas
- Evite a permanência de crianças, pessoas doentes ou idosos em veículos expostos ao sol.

Leia também: Tipo air fryer: professor explica como onda de calor atua em Minas Gerais ‘fritando tudo e todos

Formou em jornalismo pela PUC Minas e trabalhou como repórter do caderno de gerais do jornal Estado de Minas. Na Itatiaia, cobre principalmente Cidades, Brasil e Mundo.
Leia mais