Ouvindo...

Times

Carta enviada na Primeira Guerra Mundial chega ao destino 105 anos depois; saiba o que estava escrito

A carta enviada em 1916 só chegou ao endereço mais de um século depois em Londres, capital da Inglaterra

Uma carta enviada em fevereiro 1916 na Inglaterra foi entregue ao seu destino mais de um século depois. O caso aconteceu no sul de Londres, em 2021, mas o britânico de 27 anos, Finlay Glen, só contou a história agora, depois de levar a carta para um historiador.

“Reparámos que o ano da carta era ’16. Por isso, pensamos que era 2016. Depois reparamos que o selo era de um rei, e não de uma rainha, e por isso pensamos que não podia ter sido 2016. Quando percebemos que era muito antigo, sentimos que não havia problema em abrir a carta”, contou à CNN britânica.

A carta possuía um selo com o rosto do rei George V, pai da rainha Elizabeth II. A carta foi enviada uma década antes do nascimento da rainha, que assumiu em 1952 e morreu em 2022, com 96 anos.

Conteúdo da carta

A carta estava endereçada à “minha querida Katie”. Segundo o historiador que analisou o caso, Katie seria a esposa do gerente de selos local, Oswald Marsh.

A carta foi escrita por Christabel Mennel, filha do comerciante de chá Henry Tuke Mennel, enquanto a sua família estava de férias em Bath, no oeste de Inglaterra. Na carta, Mennel escreve: “Tenho sido muito miserável aqui com uma constipação muito forte”.

O que ainda continua sendo um mistério é como a carta foi enviada à cada de Glen apenas um século depois. O historiador acredita que a carta deveria ter sido perdida em algum cato escuro e encontrada recentemente.

Leia mais