Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Stock Car em BH deixará legado para a Escola de Veterinária da UFMG

Organização promete parceria com Universidade para melhora de condições

Os organizadores da prova de Stock Car em Belo Horizonte garantem que deixarão um importante legado na cidade. Segundo Sérgio Sette Câmara, um dos responsáveis por trazer a prova para a capital mineira, barreiras acústicas serão colocadas nas proximidades da Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

“Nós oferecemos solução definitiva para o Biotério da UFMG. Ela indicou comissão, e vamos colocar, deixar esse legado: barreiras acústicas para solucionar o problema de barulho no Biotério. Vamos resolver definitivamente essa questão. Os animais sofrem com o barulho que vem de fora, pois tem jogos, eventos”, revelou à Itatiaia.

A questão do barulho ocorre porque o circuito de rua previsto passa perto da Escola de Veterinária. A solução, segundo Sette Câmara, foi oferecida pela própria Stock Car. Os responsáveis pela organização da prova se reuniram com a reitora da UFMG em 2023 para tratar do assunto. O impacto nos animais que ficam na região da faculdade serão diminuídos com a iniciativa.

Além da prova de automobilismo, o isolamento acústico beneficiará a Escola de Veterinária em outros momentos. A região da Pampulha e do Mineirão recebe, com frequência, shows, eventos e jogos de futebol. O impacto sonoro será diminuído.

A prova será disputada no dia 18 de agosto num circuito de rua na região da Pampulha, em Belo Horizonte. No entanto, o final de semana de atividades começa dois dias antes, na sexta-feira (16).

Diálogo com moradores

Sérgio Sette Câmara também destacou que buscou o diálogo com os próprios moradores da região da Pampulha. Além da questão ambiental, o trabalho é para mostrar que a prova será benéfica para a própria capital mineira.

“Desde o começo, a gente se preocupou em abrir diálogo franco com duas comunidades; Associação dos Moradores da Pampulha e a Comunidade da UFMG. Em relação aos moradores da Pampulha, nosso objetivo é exatamente de mostrar o tamanho do evento, o tanto que será importante para BH, para a Região da Pampulha. Vamos aquecer o turismo, a Região da Pampulha tem restaurantes, hotéis, e a economia da cidade estará aquecida”, reforçou.

Leia também

O circuito

O circuito será no entorno do Mineirão, mas não vai utilizar nenhuma área interna do estádio. A reta principal do trajeto será na Avenida Coronel Oscar Paschoal, entre o Centro Esportivo Universitário (CEU) e o Hall de entrada do Gigante da Pampulha.

Os carros partirão em direção à Avenida Abrahão Caram e continuarão em direção a avenida Rei Pelé. Pelo trecho envolver uma longa quilometragem em alta velocidade, está prevista a criação de uma chicane - um trecho em ziguezague - para diminuir a velocidade dos carros antes de uma longa curva.

Depois de contornar o Gigante da Pampulha, os carros subirão a Avenida Catalão até próximo o trevo do bairro Ouro Preto. Ali, farão uma curva de 180 graus para retornar e voltar “na contramão” para o início do circuito, de volta a Avenida Coronel Oscar Paschoal.

As etapas da Stock Car em 2024

  • 3/3 - Goiânia
  • 24/3 - Velocitta
  • 21/4 - Interlagos
  • 19/5 - Cascavel
  • 30/6 - Velocitta
  • 28/7 - Goiânia
  • 18/8 - Belo Horizonte
  • 8/9 - Santa Cruz
  • 6/10 - Argentina
  • 27/10 - Velopark (Uruguai)
  • 24/11 - Brasília
  • 15/12 - Interlagos

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Leonardo Parrela é repórter multimídia na área de esportes na Itatiaia. É formado em Jornalismo pela PUC Minas. Antes da Itatiaia, colaborou com Globo Esporte, UOL Esporte e Hoje Em Dia, onde cobriu Copa do Mundo, Olimpíada e grandes eventos.
Leia mais