Ouvindo...

Times

Caixa apertado seria ‘movimento natural’ em maio na SAF do Vasco, diz fonte

De acordo com pessoas ouvidas pela Itatiaia, o quadro das finanças no mês de maio é visto como ‘natural’

Após a diretoria do associativo do Vasco, que retomou o futebol do clube, encontrar os ‘caixas da SAF zerados’, uma fonte da Sociedade Anônima do Futebol se posicionou sobre esse cenário. De acordo com pessoas ouvidas pela Itatiaia, o quadro das finanças no mês de maio é visto como ‘natural’.

Um dos motivos do caixa apertado é que a Vasco SAF negociava com a 777 Partners um adiantamento do aporte, como foi no ano passado, mas a ação de liminar do associativo estagnou as conversas.

A partir de agora, entende-se que dificilmente vai acontecer esta antecipação. A direção da SAF falou com o presidente do clube, Pedrinho, e pediu ajuda para ajudar nas conversas para conseguir o valor negociado.

Além disso, levantaram-se questionamentos sobre a entrada do dinheiro de patrocínio da Betfair, nova parceira master do clube. A Itatiaia teve acesso às datas de pagamento ajustadas. A primeira parcela só será paga no final de maio, conforme previsto.

Leia também

Em relação ao dinheiro das vendas de atletas como Marlon Gomes e Gabriel Pec, os valores foram parcelados e cerca de 50% do valor líquido acordado para o período chegou aos cofres do clube. Além disso, o clube conta com descontos de comissões e partes referentes aos jogadores. Ainda há valores maiores que ficarão para a instituição que vão chegar em outras parcelas.

Em 2023, como informado em balanço, a 777 antecipou quase R$ 13 milhões em maio e mais R$ 4 milhões em julho para colocar algumas contas em dia. Atualmente, os salários dos atletas e funcionários estão em dia. Esses aportes ajudam a dar um respiro nestas contas.

Outro argumento utilizado pela empresa para justificar o caixa vazio é que, além dos estaduais não terem gerado lucro, as cotas de televisão ainda não costumam entrar nos cofres durante esse período.

Conforme divulgado em balanço, em outubro do ano passado, a 777 Partners aportou mais de R$ 110 milhões, como combinado em contrato, pela aquisição do percentual da SAF.


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Jornalista esportivo desde 2006 e com passagens por Lance!, Extra e assessorias de marketing esportivo. É correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Tem pós-graduação em Jornalismo Esportivo e formação em Análise de Desempenho voltado para mercado.
Leia mais