Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Permanência de Paulo Henrique no Vasco vira incógnita após indefinição no futebol

Lateral-direito virou titular com Ramón Díaz e deu assistências para Serginho confirmar equipe na elite em 2024

Um dos principais destaques do Vasco na reta final da Série A do Campeonato Brasileiro, o lateral-direito Paulo Henrique não deve permanecer para o próximo ano. Isto porque o Cruz-Maltino vive momento de indecisão no departamento de futebol e o lateral fechou 2023 valorizado. Sendo assim, uma oferta oficial para manter o jogador ainda não foi formalizada.

Emprestado pelo Atlético, Paulo Henrique já foi sondado por dois clubes da Major League Soccer (MLS), além de sondagens de outros da Série A, concorrentes do Vasco. Para assinar com o Galo, nos tempos de Juventude, o lateral chegou a rejeitar uma boa oferta do futebol norte-americano, e agora o interesse de lá vira vilão vascaíno.

O técnico Ramón Díaz quer a permanência do lateral. Paulo Henrique jogou 14 jogos com o treinador, sendo dez como titular, e teve participação direta em pontos que mantiveram o clube na elite do Brasileiro. Diante do Botafogo, marcou o gol da vitória e foi o responsável pela assistência para Serginho, na vitória sobre o Red Bull Bragantino, que garantiu o Vasco na Série A.

O empréstimo de Paulo Henrique junto ao Atlético foi sem prioridade, apesar de possuir opção, para o Cruz-Maltino. O problema é que o vínculo não possuía valor de compra fixado. Ou seja, quem pagar mais fica com o jogador. Um novo empréstimo está totalmente descartado. Para ficar com o lateral, além de vencer a concorrência, principalmente da MLS, o Vasco precisa correr contra o tempo.

Sem Paulo Henrique, o técnico Ramón Díaz só terá Pumita Rodríguez para a posição. O uruguaio, inclusive, voltou a ser titular exatamente no confronto com o Bragantino, mas foi Paulo Henrique que ajudou a decidir. Pumita marcou dois gols no período em que o camisa 96 retornou para opção.

Jornalista esportivo desde 2006 e com passagens por Lance!, Extra e assessorias de marketing esportivo. É correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Tem pós-graduação em Jornalismo Esportivo e formação em Análise de Desempenho voltado para mercado.
Leia mais