Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Presidente de algoz do Cruzeiro manda recado sobre SAF a Ronaldo

Aldeone Abrantes, gestor do Sousa-PB, pediu investimentos do ex-camisa 9 no clube da Paraíba

Aldeone Abrantes, presidente do Sousa-PB, algoz do Cruzeiro na primeira fase da Copa do Brasil, gostaria de ter recebido Ronaldo Fenômeno na Paraíba. O dirigente alimentou a esperança da ilustre visita do ex-camisa 9 ao interior paraibano, mas o gestor da Sociedade Anônima de Futebol (SAF) do clube celeste não compareceu ao jogo.

“Falar de Ronaldo é difícil, um ídolo de todo mundo. Pra mim, o maior jogador do futebol depois do Pelé. Ele poderia ter vindo (A Paraíba), ficou a tristeza”, disse, em entrevista à Itatiaia.

Cidade com cerca de 80 mil habitantes, Sousa-PB tem um estádio acanhado. O Antônio Mariz, “Marizão”, casa do Sousa Futebol Clube, especialmente no dia do jogo da Copa do Brasil, sofreu com as fortes chuvas e teve inúmeros pontos de alagamento no dia da partida.

Sem encontrar com Ronaldo, Aldeone Abrantes não deixou de mandar um recado para o ídolo mundial. “Consiga uma SAF pro Sousa, time enxuto, não deve a ninguém, tem um terreno. Vem investir aqui também. O recado é esse”, brincou.

Empresário do futebol

Além de sócio majoritário da SAF do Cruzeiro, Ronaldo também é gestor do Real Valladolid, da Espanha. Além de ex-jogador e ídolo mundial no futebol, o “Fenômeno” é um empresário do mundo da bola.

O camisa 9 incorporou à SAF do Cruzeiro no fim de 2021, e está à frente do Valladolid desde 2018.

Críticas do presidente do Sousa-PB

Aldeone Abrantes criticou a logística do Cruzeiro na Paraíba. No entendimento do dirigente do Sousa, a delegação cruzeirense poderia ter valorizado mais sua passagem pelo município onde a partida aconteceu.

“O Cruzeiro tem torcida em todo o Brasil, mas poderia ter se aproximado mais da cidade. Em vez de ficar em Campina Grande, vai em Juazeiro, que é melhor, lá tem campo para treinar, hotel, faz reconhecimento do gramado. Teve parte da imprensa um menosprezo com a cidade, com o clube. Tem que ser mais humilde. Na vida, o castigo vem à cavalo”, disparou.

O clube celeste escolheu ficar em Campina Grande, cidade distante mais de 300 quilômetros de Sousa. O departamento de futebol celeste preteriu Juazeiro do Norte, mais próxima de onde a partida entre paraibanos e mineiros foi realizada.

Leia também

Participe do canal da Itatiaia no WhatsApp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Guilherme Piu é jornalista esportivo com experiência multiplataforma: digital, revista, rádio e TV. Tem dois livros publicados e foi premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior, dentre eles o Cinefoot. Cobriu grandes eventos, como Copa do Mundo, Olimpíada, Copa América e torneios de futebol. Passou por Hoje em Dia, Uol e Revista Placar.
Leia mais