Ouvindo...

Times

Polícia prende sétimo suspeito de participar de atentado contra o Fortaleza

Homem, de 33 anos, estava na cidade de Camaragibe (PE); restam dois foragidos

A Polícia Civil de Pernambuco divulgou, nesta quarta-feira (24), que prendeu mais um suspeito de executar ou comandar o atentado contra o ônibus do Fortaleza. Essa é a sétima prisão desde que o episódio ocorreu, em 22 de fevereiro.

Em nota enviada à Itatiaia, a corporação informou que o homem, de 33 anos, estava foragido desde o dia 15 de março, quando foi deflagrada a Operação Hooligans. Ele foi encontrado na cidade de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife (PE).

Ainda segundo a Polícia Civil, restam apenas dois foragidos. “As investigações continuam até a sua elucidação completa”, diz a nota.

Relembre o caso

No dia 21 de fevereiro, após o empate entre Sport e Fortaleza na Arena de Pernambuco, pela Copa do Nordeste, o veículo com a delegação do Fortaleza foi atingido por pedras e uma bomba caseira.

Seis jogadores ficaram feridos: o goleiro João Ricardo, os laterais Gonzalo Escobar e Dudu, os zagueiros Titi e Brítez e o volante Lucas Sasha. Escobar apresentou o caso mais grave, ao levar uma pancada na cabeça de um estilhaço maior.

A Operação Hooligans foi deflagrada no dia 15 de março. Inicialmente, prendeu três suspeitos ligados à Torcida Jovem do Leão, principal organizada do Sport. No dia 20 daquele mês, o quarto suspeito foi encontrado.

A corporação entendeu, após investigações, que o ato foi premeditado. Depois, em 3 de abril, o presidente e o vice da Jovem também foram presos.

O Superior Tribunal de Justiça (STJD), após punir o Sport com oito jogos de portões fechados, recuou da decisão. No dia 9 de abril, reduziu a pena para quatro jogos e estabeleceu que apenas parte da Arena de Pernambuco (25%) ficaria fechada. O Leão da Ilha já cumpriu a punição.

Veja a nota completa da Polícia Civil:

“A Polícia Civil de Pernambuco, por meio da Delegacia de Repressão à Intolerância Esportiva - DPRIE, com apoio da Dintel e CIBERLAB/ DIOPI/ SENASP/ MJSP, nesta quarta-feira (24), deslocou seu efetivo até a cidade de Camaragibe onde realizou o cumprimento do mandado de prisão de um homem de 33 anos. Ele estava foragido desde o dia 15/03/2024, quando foi deflagrada a Operação de Repressão Qualificada - ORQ Hooligans.

O investigado é suspeito de comandar/executar o ataque ao ônibus do time do Fortaleza no dia 22/02/2024.

Já são sete prisões relacionadas ao fato investigado. Restam apenas dois foragidos. As investigações continuam até a sua elucidação completa”.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais