Ouvindo...

Times

Fernando Diniz vê vitória justa do Flamengo e projeta Fluminense contra a LDU

Após a derrota para o rival neste domingo (25), no Maracanã, treinador do Fluminense já mira a segunda partida contra a LDU pela Recopa Sul-Americana

O Fluminense foi superado pelo Flamengo neste domingo (25), por 2 a 0 no Maracanã, e perdeu pela primeira vez na atual edição do Campeonato Carioca. Após o clássico, o técnico Fernando Diniz avaliou como justo o resultado, destacando a capacidade do rival em aproveitar as chances após o intervalo.

“Eu acho que o time no primeiro tempo conseguiu fazer uma partida equlibrada dentro das condições possíveis. O Flamengo mereceu, foi uma vitória justa. Nosso time no primeiro tempo conseguiu jogar de uma maneira equilibrada, subindo a marcação todo mundo junto. Preparamos esse time um dia só para jogar falando com a fisiologia e com os jogadores, pois era um jogo muito importante”, analisou o técnico.

“Precisávamos vencer para ter a chance de vencer a Taça Guanabara. No intervalo, tivemos que fazer três substituições, pois Guga e Thiago Santos estavam cansador, e o Marlon sentiu o joelho. Mexemos um pouco na estrutura do time. Deposi que o Flamengo fez o gol, tínhamos mais necessidade de avançar, pois precisávamos fazer odis gols, e o jogo ficou mais desequilibrado. O Flamengo soube aproveitar”, concluiu Fernando Diniz.

Leia também

Como disse Fernando Diniz, o Fla-Flu foi encarado com seriedade por conta da classificação na Taça Guanabara. Na última rodada, o Fluminense enfrenta o Botafogo, mas tem chances mínimas de recuperar a liderança. É preciso vencer, torcer por uma derrota do Flamengo e tirar uma diferença de 11 gols no saldo.

Assim, portanto, as atenções do Tricolor já estão voltadas para a LDU. Após a derrota por 1 a 0 no jogo de ida, em Quito na última quinta (22), o Fluminense recebe o time equatoriano na próxima quinta (29), no Maracanã. Uma vitória por diferença mínima levará a decisão para os pênaltis. Diniz projetou a preparação para a final.

“A gente vai dar uma administrada na carga de treinamentos. O time que vai iniciar na quinta-feira é um time mais jogado, que tem mais entrosamento. Quanto a ansiedade é normal em vésperas de jogos decisivos e importantes. É um título inédito para o Fluminense, mas vamos saber trabalhar esses aspectos emocionais para chegar em condição de fazer um bom jogo”, afirmou.

Confira outras respostas de Fernando Diniz, técnico do Fluminense, após a derrota para o Flamengo:

Análise do Fla-Flu

“A gente teve uma postura muito mais agressiva na marcação. O Flamengo fez muito mais bolas longas do que a gente no primeiro tempo. No segundo tempo, o cansaço foi um fator muito preponderante e mexer nas peças, na estrutura para voce encaixar a marcação de maneira mais efetiva fica mais dificil. A gente teve muita soberania, muita posse. Faltou terminar mais as jogadas e chutes de fora da área. Flamengo nem teve uma iniciativa muito grande de marcar de maneira agressiva na nossa saída de bola.”

Marcelo e Samuel jogam a Recopa?

“Os dois são dúvidas. Pode ser que a gente possa contar. Depende da melhora do Marcelo. E do Samuel também, como ele vai reagir aos treinamentos de amanhã e depois de amanhã.”

Saídas de Marlon e ausência de Keno

“O Marlon preocupa um pouco mais, pois ele teve que sair. Se queixou de uma dor forte no joelho. O Keno não preocupa em nada. Poupamos mais ou menos metade dos titulares de linha. Ele sentiu muito os efeitos da altitude.”

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais