Ouvindo...

Times

Seabra valoriza ponto do Cruzeiro fora de casa em empate contra o Vasco

Treinador do Cruzeiro destacou força defensiva de sua equipe e aproveitamento de jovens no segundo tempo contra o Vasco

O técnico Fernando Seabra valorizou o ponto conquistado pelo Cruzeiro no empate em 0 a 0 com o Vasco, neste domingo (19), em São Januário, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador celeste destacou o nível de dificuldade do confronto, não só pela situação de tabela do adversário, mas pela mudança de postura da equipe do português Álvaro Pacheco.

“Com certeza é ponto ganho. Vasco é uma equipe que passa por um momento difícil, mas é extremamente competitiva. Tem clareza de suas fortalezas, e, com certeza, aos poucos irá trabalhar para tornar o jogo cada vez com variações mais difíceis”, garantiu, em entrevista coletiva pós-jogo.

O Cruzeiro fez um primeiro tempo melhor em relação ao segundo. Na etapa final, o Vasco pressionou e conseguiu criar mais oportunidades de gol do que a equipe mineira.

“A gente, também nas circunstâncias do jogo, acabou perdendo o Rafa (Silva), que sentiu uma fisgada (na coxa direita). Tivemos estreia do Arthur, primeiro jogo no profissional. Conseguiu competir, conseguiu dar sequência em algumas progressões. A medida que o jogo foi avançando fomos fazendo às trocas. Terminamos o jogo com cinco jogadores bem jovens do meio para frente e cinco mais experientes do meio para trás. Enquanto o Vasco buscou uma imposição ainda mais física, de jogo aéreo, colocando dois centroavantes, pesando nossa última linha”, explicou, elogiando a postura defensiva de sua equipe.

“A gente conseguiu ser muito eficaz em defender, o que a gente chama de funil, a zona de finalização. O Vasco sempre gera muitas dificuldades para os adversários nesse sentido. A gente mesmo com um time jovem, que muitas vezes tem dificuldade em defender a área, em jogo aéreo, em segunda bola, conseguiu sustentar. E, acredito que tivemos alguma possibilidade de causar dano, de machucar um pouco mais o Vasco nas situações, seja de transição ofensiva, seja de organização quando a gente quebrava essa pressão”, analisou.

Por todos esses detalhes, Seabra voltou a comemorar o ponto conquistado diante da equipe vascaína. “Em toda essa circunstância, é um ponto ganho. Estávamos jogando fora de casa, contra uma equipe que fez o jogo em circunstância negativa, nos trouxe dificuldades durante o jogo. Com certeza, um ponto ganho”, finalizou.

Com o empate, o Cruzeiro chegou aos 14 pontos e fica provisoriamente na oitava colocação. A equipe celeste pode ser ultrapassada pelo Atlético, caso o arquirrival vença o Palmeiras, nesta segunda-feira (20), na Arena MRV, no fechamento da nona rodada.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Guilherme Piu é jornalista esportivo com experiência multiplataforma: digital, revista, rádio e TV. Tem dois livros publicados e foi premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior, dentre eles o Cinefoot. Cobriu grandes eventos, como Copa do Mundo, Olimpíada, Copa América e torneios de futebol. Passou por Hoje em Dia, Uol e Revista Placar.
Emerson Pancieri é setorista do Cruzeiro na Rádio Itatiaia, onde atua desde 2016. Graduou-se em Jornalismo pela Newton Paiva, em 2009. Passou também por Transamérica, O Tempo, Band News, Rádio Globo e CBN (onde foi setorista do Cruzeiro de 2012 a 2016 e cobriu o bicampeonato brasileiro 2013 e 2014, além da Copa no Brasil).
Leia mais