Ouvindo...

Times

Zubeldía analisa decisão do São Paulo com Talleres e elogia ‘cultura’ do rival

Treinador tricolor diz que equipe argentina o tentou contratar várias vezes e analisa plano com modelo de jogo e contratações definidos

Em busca da liderança do grupo B da Copa Libertadores, o São Paulo se prepara para um confronto decisivo contra o Talleres, da Argentina, nesta quarta-feira (29), às 21h30 (de Brasília), no estádio MorumBis. A partida, válida pela última rodada da fase de grupos, define a liderança da chave e faz o técnico Luis Zubeldía entrar com o alerta ligado diante do planejamento bem definido do rival.

Antes do confronto, o treinador argentino exaltou a cultura e o modelo de jogo do Talleres, destacando a força física e a organização tática da equipe. O comandante tricolor também reconhece o plano econômico do clube, que investe em jovens talentos para atender à sua filosofia de jogo. Com essas metas estabelecidas, ele acredita que a partida será diferente da que se desenrolou contra o Barcelona-EQU, na rodada anterior, quando o time equatoriano atuou bastante retrancado.

“Creio que nem todos os jogos são iguais. Contra o Talleres, não vai ser igual ao jogo contra o Barcelona, porque o Talleres tem uma força maior em muitos aspectos. Está bem estruturado, é um time que tem um modelo de jogo específico a partir do seu presidente, André Fassi. O conheço bem porque já tentou me contratar algumas vezes. Sei que é um clube que trabalha com um modelo de jogo, ou seja, contrata determinados tipos de jogadores para a sua ideia de jogo”, analisou Zubeldía.

O técnico tricolor, dentro desse cenário, ressalta a força física e as transições rápidas do Talleres como pontos fortes. “O Talleres tem um poder econômico importante, contrata jogadores jovens, muito físicos, para atenderem sua ideia de jogo. Por isso, se classificou para a Libertadores, sempre está bem nas competições argentinas, vende jogadores por preços altos e tem a qualidade que tem. O jogo vai ser um grande teste para nós, mas diferente do jogo contra o Barcelona”, afirmou.

Técnico projeta situações de jogo

Zubeldía também projeta o estilo de jogo do São Paulo na partida, reconhecendo a probabilidade de maior controle da posse de bola e da iniciativa, mas com atenção às transições rápidas do adversário.

“Possivelmente, teremos o controle da bola. Possivelmente, saiamos e sejamos protagonistas, mas as transições deles vão ser muito mais fortes que as do Barcelona. Eles são uma equipe que pode se defender, mas estarão atentos, porque podem contragolpear o espaço”, disse.

“Essa aspiração de contragolpear também vai debilitar defensivamente. O Barcelona se concentrou em se defender e conseguiu. Quando um time quer fazer de tudo um pouco, pode ter suas dificuldades, e aí esperamos marcar a diferença”, finalizou o treinador.

Como está o grupo B

O São Paulo busca a liderança do Grupo B. Uma vitória sobre o Talleres é suficiente para alcançar o objetivo. O Tricolor está na segunda posição, com 10 pontos, enquanto o rival tem 13.

Em caso de triunfo, a equipe supera o rival por conta do saldo de gols. O cenário atual é cinco gols positivos para o São Paulo contra seis do Talleres.

Leia também

/


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Brenno Costa é jornalista multimídia formado pela Universidade Católica de Pernambuco e pós-graduado em comunicação e marketing pela Estácio. Atualmente, é correspondente da Itatiaia em São Paulo. Antes, trabalhou na Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco/Superesportes e no Globo Esporte.
Leia mais