Ouvindo...

Times

América vence o Santos com gol polêmico e cola na liderança da Série B

Gol de Renato Marques gerou muita reclamação por falta de fair-play; vitória deixa o Coelho na vice-liderança

Com direito a polêmica, o América venceu o Santos por 2 a 1 na noite desta sexta-feira (24), em partida da 7ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no Independência, em Belo Horizonte. O Coelho abriu o placar com gol de Renato Marques, que gerou muita confusão por falta de fair-play, mas o Peixe igualou no Willian. No segundo tempo, Juninho marcou o tento da vitória americana.

Com o resultado, o América vai a 15 pontos e iguala o Santos na tabela, mas fica atrás por conta dos critérios de desempate. Dessa forma, a sexta-feira termina com o Peixe mantido na liderança da Série B, mas agora seguido de perto pelo Coelho, que chegou à 2ª posição.

Leia também

Próximos compromissos das equipes

A Série B do Brasileiro não terá jogos na próxima semana, e dessa forma, América e Santos voltam a campo apenas nos primeiros dias de junho. No dia 3, o Peixe recebe o Botafogo-SP, enquanto o Coelho visita o Paysandu no dia 4. Ambos os compromissos serão da 8ª rodada.

Poucos dias depois, a dupla joga novamente, já pela 9ª rodada. No dia 7 de junho, o Santos visita o Novorizontino, e o América recebe a Ponte Preta no dia 9.

Começo animado e gol polêmico

A partida começou muito agitada, com ambas as equipes em busca do gol. Logo aos 14 minutos, o Coelho abriu o placar em um lance polêmico. A bola foi recuada para João Paulo, goleiro santista, que se atrapalhou cara a cara com Renato Marques.

João caiu no gramado depois de sentir lesão no tornozelo. Renato, que estava logo à frente, só dominou e empurrou para o gol. Os jogadores do Santos reclamaram da falta de fair-play por parte do atacante americano e o lance gerou confusão.

A situação acabou controlada e o jogo seguiu, mesmo com as reclamações da equipe paulista. João Paulo deixou o gramado e deu lugar a Gabriel Brazão. De forma irônica, o Santos fez a saída de jogo devolvendo a bola ao Coelho.

América tenta aumentar pressão, mas quem marca é o Santos

O América não se acomodou com o primeiro gol e segui com ações perigosas de ataque. As principais investidas se deram pelos lados, com apoio de Adyson e Fabinho.

Entretanto, em uma das poucas chegadas do primeiro tempo, o Santos chegou ao empate. Após jogada na área, a bola sobrou para Willian, que estava em condição legal e chutou cruzado para igualar o marcador.

Na comemoração, todo o banco de reservas santista se levantou, ao passo que vários jogadores chegaram a provocar os reservas do América, ainda em referência à polêmica do fair-play no gol do Coelho.

Coelho volta à liderança em meio a pressão do Peixe

O Santos melhorou o desempenho na segunda etapa e começou a chegar perto do gol da virada. Por mais que o América tenha acertado a trave, a equipe paulista teve mais controle da bola e passava a ditar o ritmo do jogo.

Aos 21 minutos, a equipe americana conseguiu boa jogada coletiva para voltar a liderar o placar. Benítez recebeu passe na entrada da área e surpreendeu com toque de primeira para Juninho. O capitão dominou, girou e finalizou sem chances para Gabriel Brazão.

Jogo aberto

As duas equipes buscaram o gol a todo momento. O Santos teve mais posse de bola e exigiu atenção do sistema defensivo do América. A equipe mineira não conseguia sair em contra-ataque, mas tentava segurar a bola no campo ofensivo.

América 2x1 Santos

América

Dalberson; Mateus Henrique (Daniel Borges), Éder, Ricardo Silva e Marlon; Alê, Juninho e Moisés (Benítez), Adyson (Felipe Azevedo), Fabinho (Vitor Jacaré) e Renato Marques (Brenner). Técnico: Cauan de Almeida.

Santos

João Paulo; JP Chermont (Hayner), Gil, Joaquim e Gonzalo Escobar; Tomás Rincon (Nonato), Diego Pituca, Giuliano, Otero (Patrick); Willian e Weslley Patati (Serginho). Técnico: Fábio Carille.

Gols
Renato Marques (14 min 1T), Juninho (21min 2T) do América
Willian (29 min 1T) do Santos

Cartões Amarelos
Adyson, Marlon, Éder, Benítez (América)
Willian (Santos)

Motivo: 7ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data e horário: sexta-feira, 24 de maio de 2024, às 21h30 (de Brasília)
Local: estádio Independência, em Belo Horizonte
Público: 7.303
Renda: R$ 100.450,00

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Auxiliares: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Leone Carvalho Rocha (GO)
VAR: Wagner Reway (VAR Fifa-ES)


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Jornalista formado na PUC Minas. Experiência com reportagens, apresentação e edição de texto em televisão, rádio e web. Vivência em editorias de Cidades e Esportes.
Leia mais