Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Empresário de Luiz Henrique explica cláusula de contrato no acerto com o Botafogo

Thiago Reggiani, que representa o reforço alvinegro, garantiu que não existe obrigação de ida do atacante para o Lyon

Luiz Henrique atacante do Botafogo

Luiz Henrique já fez sua estreia com a camisa do Botafogo

Vitor Silva/Botafogo

Mais caro reforço da história do Botafogo e, em números concretos, do futebol brasileiro, o atacante Luiz Henrique já chegou ao clube em meio a polêmica contratual. Mas seu empresário, Thiago Reggiani, fez questão de negar qualquer cláusula de obrigatoriedade.

Leia Também

Ao ser contratado, especulou-se que o jogador teria exigido uma ida ao Lyon-FRA após passagem pelo Glorioso. O clube francês é parte da Eagle Football Holding, empresa de John Textor, dono da SAF do Botafogo.

“Como o Grupo Eagle possui clubes na Europa, o atleta seguiria com a possibilidade de continuar a sua trajetória no continente após a passagem pelo Brasil, mas sem um retorno pré-estipulado. Vale destacar que não há uma obrigatoriedade para o Luiz ir para o Lyon no meio do ano”, garantiu o empresário em entrevista ao ge.com.

Thiago ainda evitou ser direto sobre a cláusula de Luiz Henrique jogar na França e confirmou que ele pode fazer essa escolha.

“Esse tema do contrato é complexo. Existe? Sim. Mas não podemos falar porque está em segredo. Mas não é que ele tem a obrigatoriedade. Ele pode escolher se vai ou não”, contou.

O Botafogo volta a campo nesta quarta-feira (14), às 19h (de Brasília), pela oitava rodada do Campeonato Carioca, diante do Volta Redonda, no Estádio Raulino de Oliveira. O Glorioso tem 11 pontos e está fora da zona de classificação no Estadual.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Portal de esportes da Itatiaia
Leia mais