Ouvindo...

Times

Família Falcão sofre “dupla derrota” na noite de sábado; entenda

Dentro e fora do ringue família do boxe brasileiro conheceu revés

A família Falcão sofreu uma dupla derrota na noite desse sábado (22). Yamaguchi Falcão, de 35 anos, foi derrotado pelo cubano David Morrell, de 25, na disputa de título da categoria dos supermédios (até 76,2 kg) da Associação Mundial de Boxe (WBA), em Las Vegas, Estados Unidos. Esquiva Falcão, de 33 anos, não lutou, mas também foi “derrotado”.

No ringue, o resultado não surpreendeu. Yamaguchi, medalhista de bronze em Londres 2012, foi escalado de última hora para luta. Teve apenas duas semanas de preparação e enfrentou um rival dez anos mais jovem. O adversário original era o ganês Sena Agbeko, que com problemas na documentação, ficou de fora no confronto.

Morrell fez valer o melhor ritmo e castigou o brasileiro. Com pouco mais de um minuto, o cubano derrubou Falcão pela primeira vez. O brasileiro se reestabeleceu, mas foi á lona novamente a 40 segundos após sequência de golpes do campeão e não levantou.

O contexto da luta colocava o favoritismo na conta do cubano. Atual campeão, Morrell somava oito lutas com sete vitórias e quatro defesas bem sucedidas antes de entrar no ringue contra Yamaguchi. Até por isso, as cotações em casas de apostas pagavam bem para uma eventual vitória brasileira.

E foi nessa que o irmão de Yamaguchi, Esquiva, foi derrotado. Ele aproveitou uma chance de 8.50 numa casa de aposta. Ou seja, para cada R$1 apostado, se ganhava R$ 8,50. O irmão mais novo apostou 50 reais na vitória do mais velho. Derrotado, perdeu o dinheiro e não passou perto de faturar quase R$ 500 reais.

Leonardo Parrela é repórter multimídia na área de esportes na Itatiaia. É formado em Jornalismo pela PUC Minas. Antes da Itatiaia, colaborou com Globo Esporte, UOL Esporte e Hoje Em Dia, onde cobriu Copa do Mundo, Olimpíada e grandes eventos.
Leia mais