Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Jovem descobre a identidade de pai biológico por ele ser ‘sósia’ de Rodrigo Santoro; entenda

Raquel Lopes descobriu aos 18 anos que não era filha biológica do homem que a criou

A jovem Raquel Lopes, de 18 anos, viralizou nas redes sociais ao compartilhar um vídeo contando sobre a forma inusitada na qual ela encontrou o seu pai biológico. Tudo começou após uma desavença familiar em que homem que ela considerava ser seu pai pediu que ela fizesse um exame de DNA e o resultado deu negativo.

Em 2004, quando engravidou da jovem, a mãe dela se relacionou com dois homens - e acabou se casando com o que ela acreditava ser pai da menina. “Todos ficamos em choque. Minha mãe era só uma menina, não tinha educação sexual como tenho hoje em dia. Ela chorou muito, me pediu perdão. Mas ela também não sabia e não tem culpa. Dias depois, decidi que iria procurá-lo [o pai biológico]”, explicou Raquel.

A poeira abaixou e a jovem resolveu ir atrás do seu pai biológico. No entanto, a única coisa que Raquel sabia sobre o homem era que ele tinha o apelido de Rodrigo Santoro e que ele trabalhou em uma loja em frente a que a mãe dela trabalhava em um shopping de Brasília.

Início da Procura

Quando tomou a decisão de encontrar o pai, Raquel sentiu como se tivesse procurando uma ‘agulha em um palheiro’. Inicialmente, o plano da jovem era ir até o shopping onde a mãe e o pai biológico se conheceram e solicitar o mapa das lojas de 2004 e descobrir o nome do local onde ele trabalhava. No entanto, ao chegar no local, foi informada que ela somente poderia ter acesso às informações com um pedido judicial.

Por sorte, uma das funcionárias do shopping deu uma pista sobre pessoas que trabalhavam no local desde 2004. Raquel acabou encontrando um vendedor e um segurança que confirmaram que existia sim um homem que se parecia com Rodrigo Santoro e que ele trabalhava na loja Hugo Boss - mas que já havia fechado.

Leia também

Um dia depois do Natal, a jovem resolveu pesquisar na internet sobre pessoas que pareciam com o ator. “Nisso, a primeira notícia era uma reportagem que fizeram com a sósia do Rodrigo Santoro, um ex-modelo brasiliense. Eu pensei ‘não é possível que a resposta estava na minha cara o tempo todo, que era só pesquisar’”, afirmou a jovem.

Raquel procurou o homem no Instagram e mandou uma mensagem perguntando se ele tinha trabalhado na loja Hugo Boss em 2004. A resposta? “Sim, trabalhei, por quê?”.

Reação do pai biológico

O homem, apontado por Raquel como seu pai biológico, é Diogo Sampaio, empreendedor do ramo imobiliário e consultor de carros de luxo.

Após a confirmação de que ele era o “Rodrigo Santoro” que trabalhou na loja Hugo Boss, Raquel explicou para ele toda a situação. Diogo pediu para que a jovem entrasse em contato pelo telefone pessoal e ele logo quis marcar um encontro. “Eu marquei de encontrar no shopping, por segurança, e a gente se encontrou na mesa da praça de alimentação. Ele quis saber um pouco mais sobre mim e eu quis saber um pouco mais sobre ele, mas mesmo antes do teste de DNA ele falou que queria me assumir como filha dele”, contou.

Os dois fizeram o teste de DNA e deu positivo. “Ele me acompanhou o tempo todo e disse que queria me assumir e ser um pai na minha vida. Na publicação, Raquel contou que no início das conversas, o maior medo dela era ser rejeitada por Diogo. “Desde que descobri que ele era o meu pai, eu tenho vivido um sonho! Ele tem sido super fofo e prestativo. Eu não esperava isso, de verdade!”, pontuou a jovem.

Nas redes sociais, os internautas apontaram as semelhanças físicas entre os dois. “Tem nem como dizer que não é pai dela, pois cara de um focinho do outro”, comentou uma jovem. “Você é a cara dele! Que lindos”, disse outra pessoa.

Reação do pai da certidão

O homem que consta na certidão de nascimento de Raquel a criou apenas durante um período da vida dela. Em resposta a um comentário, a jovem explicou qual foi a reação dele. “O meu pai que me ‘criou’ cuidou de mim até um certo ponto. Porém, agora ele pediu para eu sumir da vida dele. Eu tinha 5 quando ele começou a duvidar da paternidade”, esclareceu.

Confira a história completa abaixo:

@_cherry._c

A gente se encontrou para se conhecer melhor e desde então está sendo tudo muito bom, ainda vou postar a parte dois de como foi o encontro! Quero que me ajudem republicano e curtindo 💕 #casodefamilia #paiefilha #viral #historia #podcast testededna

♬ Me Cry - NGOTUAN NGUYX

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Ana Luisa Sales é estudante de jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na Itatiaia desde 2022, já passou por empresas como ArcelorMittal e Record TV Minas. Atualmente escreve para as editorias entretenimento, curiosidades e cidades.
Leia mais