Ouvindo...

Times

Bastante emocionado, Faustão aparece em vídeo pela primeira vez após transplante de coração

Faustão apareceu publicamente pela primeira vez após procedimento cirúrgico; veja como está o apresentador

O apresentador Fausto Silva, de 73 anos, postou uma sequência de vídeos nas redes sociais na tarde desta quinta-feira (31). Esta é a primeira vez que o apresentador aparece publicamente após o transplante de coração. Falando ainda com dificuldade, Faustão explicou que a voz irá melhorar em breve, mas que já caminhou pelo hospital e não sente nenhuma dor.

“Primeiro, agradecer as manifestações de milhões de pessoas rezando, fazendo mandingas, torcendo pela minha recuperação. Estou com a voz ainda assim porque estava intubado, mas já estou me recuperando. Estou andando. Terceiro dia depois de ser operado”, iniciou o apresentador.

“Não sinto nada, nenhuma dor, estou completamente recuperado... para que todo mundo tenha a certeza, porque é o transplante. Pra vocês terem ideia, dos 200 e tantos transplantes, 60 pessoas esperaram menos de um mês. Eu dei sorte também nesta fila”, continuou.

Emoção

Durante a primeira aparição, o apresentador agradeceu à família do doador e ficou bastante emocionado. “Fazer um agradecimento especial ao José Pereira da Silva, pai do Fábio, que teve uma grandiosidade incrível, uma generosidade absurda e proporcionou que eu continuasse vivo. Eternamente grato. Um homem simples. Eu fico emocionado, porque ele meu deu a chance de viver de novo. Agradecer ao Wellington, irmão do Fábio, Jaqueline, a viúva, esses que eu tenho que agradecer. Essas pessoas mais humildes, que, quando eu precisei, me deram um coração novo”, comentou o apresentador.

Na ocasião, Faustão também rebateu críticas. “Sei que na internet tem um tanto de m*rda falando, se eu tivesse preocupado com isso, eu não teria nem começado a minha carreira. Portanto, você que gosta de mim, eu tenho que dar uma satisfação para você".

“Importante você saber que estou aqui muito emocionado, a recuperação é fantástica e agora é motivar todo mundo a fazer do país o primeiro doador de órgãos do mundo. Temos que conscientizar, não tem que ser obrigatório [...] Ainda tô com a garganta arranhada, porque fui entubado, mas tô bem e muito disposto. Um beijo, que Deus dê a você em dobro tudo o que eu recebi”, acrescentou.

“Eu volto a me comunicar com vocês que fizeram uma corrente, uma comoção absurda e eu não acreditava que isso fosse acontecer. Eu já parei de trabalhar em televisão, pra mim foi uma tremenda surpresa, mas, especialmente, o recado novamente de novo é para o senhor José Pereira da Silva, pai do Fábio, um atleta, surfista, jogador de futebol, 35 anos, que teve morte natural. Graças a imensa generosidade dele, do Wellington, irmão, e da viúva, Jaqueline, eu estou vivo. Vou agradecer sempre. E eu espero um dia agradecer pessoalmente. É de uma generosidade que me emociona e me motiva. A única coisa que eu prometo é honrar a memória do seu filho, fazer só coisas boas, para que você tenha cada vez mais orgulho [...] Deus lhe pague por tudo que vocês proporcionaram para mim”, finaliza.

Entenda

Internado desde o dia 5 de agosto com insuficiência cardíaca, Faustão acabou apresentando piora no quadro e, por isso, precisou entrar na fila de transplante de coração do SUS. O procedimento foi feito no dia 27 deste mês seguindo a ordem prioritária da Secretaria Nacional de Transplantes - o apresentador era o segundo da fila e só pôde fazer a cirurgia após recusa do primeiro.

O doador era um jogador de futebol, de 35 anos, que morreu no sábado após Acidente Vascular Cerebral (AVC). Ele residia em Santos, no litoral de São Paulo. O órgão foi transportado de helicóptero até a capital paulista.

Patrícia Marques é jornalista e especialista em publicidade e marketing. Já atuou com cobertura de reality shows no ‘NaTelinha’ e na agência de notícias da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt). Atualmente, cobre a editoria de entretenimento na Itatiaia.
Leia mais