Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Messi é aplaudido por brasileiros no Maracanã; Seleção é chamada de ‘sem vergonha’

Camisa 10 deixou o gramado e foi ovacionado por torcida brasileira, que não perdoou a atuação da equipe

Lionel Messi, mesmo não tendo uma atuação de gala, foi o grande protagonista da vitória da Argentina sobre o Brasil, nesta terça-feira (21), no Maracanã, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo, por 1 a 0. Ao deixar o gramado, na parte final do segundo tempo, ele foi aplaudido pelos brasileiros. Di María foi o substituto. Seu nome foi cantado antes do jogo também.

Junto com Messi, o jovem Endrick, do Palmeiras, também recebeu sua parcela de vibração. O garoto entrou no mesmo momento em que o craque foi substituído e foi comemorado. Antes mesmo de ir à beira do campo, o atacante foi ovacionado ao ser chamado por Fernando Diniz.

Por outro lado, se Messi e Endrick receberam aplausos, a equipe brasileira foi muito criticada. Nos minutos finais do confronto, os jogadores ouviram ‘time sem vergonha’ da maior parte dos mais de 68 mil presentes no Maracanã.

Para completar a atuação apática da Seleção Brasileira e a provocação da própria torcida, os argentinos trocaram passes aos gritos de ‘olé'. Ao final da partida, muitas vaias para a terceira derrota consecutiva do Brasil nas Eliminatórias.

Próximos jogos

Pelas Eliminatórias, o Brasil volta a campo contra o Equador, em casa (cidade e estádio indefinidos), em setembro de 2024, provavelmente dia 5, pela sétima rodada. Já a Argentina recebe o Chile, no mesmo dia.

Mas, antes, as duas Seleções jogarão na Data-Fifa de março de 2024, quanto times da América do Sul enfrentarão rivais europeus, em acordo entre a Conmebol e a Uefa.

O Brasil já tem confirmado o amistoso contra a Inglaterra, dia 23 de março, em Londres. Também deve enfrentar a Espanha, em Madri, em data a ser divulgada. A Argentina não anunciou ainda suas partidas, mas há negociação para reeditar a final da Copa do Mundo de 2022 contra a França.

Os seis primeiros se classificam para a Copa que será nos Estados Unidos, no México e no Canadá. O sétimo jogará uma repescagem mundial, em março de 2026, em local a se definir.

Jornalista esportivo desde 2006 e com passagens por Lance!, Extra e assessorias de marketing esportivo. É correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Tem pós-graduação em Jornalismo Esportivo e formação em Análise de Desempenho voltado para mercado.
Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais