Ouça a rádio

Compartilhe

Brasileiro é preso na Indonésia suspeito de distribuir cocaína 

O brasileiro é suspeito de fabricar drogas para uma rede internacional de tráfico  

O brasileiro é suspeito de fabricar drogas para uma rede internacional de tráfico

Um brasileiro, um britânico e um mexicano foram presos na Indonésia suspeitos de distribuição de cocaína, segundo anúncio feito por Gde Sugianyar Dwi Putra, chefe da Agência Nacional de Narcóticos de Bali, nessa sexta-feira (5). O Itamaraty disse não ter informações sobre o caso, até o momento. Eles foram presos em julho e não tiveram identidades reveladas.

Oficiais da Agência Nacional de Entorpecentes apreenderam 844,6 gramas de cocaína junto com outras drogas, incluindo MDMA e maconha, que estavam com os suspeitos. O brasileiro é suspeito de fabricar drogas para uma rede internacional de tráfico de drogas, enquanto o britânico foi preso após a polícia receber informações de que ele seria distribuidor dos entorpecentes na ilha de Bali.

De acordo com a Agência, o grupo fornecia cocaína para as aldeias Canggu, Seminyak e Badung Regency. O país é um dos mais rígidos em leis contra drogas. Sugianyar afirmou que o imigrante do México está em território indonésio desde 2012 e que foi indicado como chefe da organização.

Os três podem pegar uma pena mínima de cinco anos de prisão e pena máxima de morte. A Indonésia reforçou as penalidades aplicadas a crimes de tráfico de drogas e voltou a realizar execuções em 2013.

Em 2015, dois brasileiros foram executados pela polícia da Indonésia após serem condenados por envolvimento com tráfico de drogas.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store