Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Quadrinista argentina é excluída da CCXP23 após post racista

Patricia Breccia foi roubada e chamou o criminoso de ‘gorila obeso e marrom’ através das redes sociais

Patricia Breccia, quadrinista argentina, fez publicação considerada racista

Patricia Breccia, quadrinista argentina, fez publicação considerada racista

Reprodução | Redes sociais

Convidada para participar da Comic Con Experience 2023, feira cultural realizada em São Paulo, a quadrinista argentina Patricia Breccia teve participação cancelada no evento. A decisão foi tomada pelos organizadores da CCXP23 após a artista realizar uma publicação considerada racista no Facebook.

Filha do quadrinista lendário Alberto Breccia, a argentina teve o telefone roubado em Buenos Aires e foi às redes sociais reclamar do caso. Patricia chamou o ladrão de “gorila obeso e marrom” e de “primata marrom” e afirmou que o ocorrido destaca a “urgência” de que Javier Milei vencesse as eleições argentinas.

Na terça-feira (21), a CCXP um comunicado relatando que o convite à quadrinista argentina foi cancelado. “A CCXP tem como valor inegociável o respeito à diversidade e a promoção da igualdade, em todos os seus variados aspectos, e preza por ser um lugar acolhedor para todos, todas e todes, não tolerando qualquer tipo de discriminação”.

A decisão foi feita em “comum acordo” com a Editora Risco, que faria o lançamento de um livro de Patricia no evento. A editora repudiu o caso “de forma veemente” e criticou as declarações feitas pela quadrinista, reiterando o “compromisso com a inclusão e o respeito em nossa comunidade”. A situação do livro “O Amante de Lady Frankenstein”, que seria lançado na CCXP, não foi informada.

Maria Clara Lacerda é jornalista formada pela PUC Minas e apaixonada por contar histórias. Na Rádio de Minas desde 2021, é repórter de entretenimento, com foco em cultura pop e gastronomia.


Leia mais