Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

BH começa a construir o primeiro ‘refúgio climático’ da cidade; entenda o que é

Estrutura vai contar com árvore, banco, espreguiçadeira, bebedouro e piso permeável para amenizar os efeitos do sol e do calor

Belo Horizonte começou a construir, nesta quarta-feira (21), o primeiro ‘refúgio climático’ da capital mineira. A estrutura, que tem o objetivo de amenizar os efeitos do calor e do sol, será instalada na rua dos Carijós, entre a avenida Paraná e a rua Curitiba.

O ‘refúgio climático’ funciona como uma ‘ilha verde’ e tem como atração central uma árvore. A estrutura será construída a partir de técnicas de resfriamento passivo, com um conjunto de pisos permeáveis (gramado e também revestimento de micro eixos drenantes) que, além de contribuir com o arrefecimento do calor, ainda vai permitir a infiltração da água da chuva no local, evitando acúmulo e, consequentemente, alagamentos.

Além da árvore e dos pisos permeáveis, o ‘refúgio climático’ também terá um banco sob a árvore, uma espreguiçadeira e um bebedouro, permitindo que a população descanse e também se hidrate. A estrutura terá uma área total de 25,6 metros quadrados.

Leia também

A obra faz parte do programa ‘Centro de Todo Mundo’, tem um orçamento de R$ 177.588,80 e será realizada pela EPO Empreendimentos, de Belo Horizonte. A entrega da estrutura será realizada entre o fim de abril e o início de maio, e a expectativa é que novas unidades sejam construídas.

A prefeitura afirma que a instalação de espaços públicos para resfriamento é uma tendência tanto no Brasil quanto no exterior, com exemplos vindos de cidades como Barcelona e Paris. Porém, de acordo com a PBH, a combinação de atrativos do ‘refúgio climático’ que será instalado em Belo Horizonte não é encontrado em nenhum outro lugar do país.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Jornalista formado pela UFMG, com passagens pela Rádio UFMG Educativa, R7/Record e Portal Inset/Banco Inter. Colecionador de discos de vinil, apaixonado por livros e muito curioso.
Leia mais