Ouvindo...

Times

Calendário do Advento: entenda a tradição de Natal e saiba como fazer

Tradição alemã é uma boa opção de atividade caseira para fazer com as crianças

Com a proximidade do Natal, muitas famílias se preparam para colocar os enfeites, montar a árvore de Natal e viver a magia da festividade. As tradições e os costumes podem variar de acordo com a cultura de cada país. O Calendário do Advento, que nasceu na Alemanha, tem feito sucesso no Brasil a partir das redes sociais. Mas você sabe o que é e como surgiu essa tradição?

O Calendário do Advento é, basicamente, um calendário com 24 ‘presentinhos’ para abrir até o dia do Natal. A tradição surgiu na Alemanha para despertar a expectativa da festividade. Eles geralmente começam em 1º de dezembro ou no 1° dia do Advento.

O Advento é o período de preparação da Igreja Católica para o Natal. Neste ano, o advento começa no dia 3 de dezembro, primeiro domingo do mês, e termina no dia 24 de dezembro, último domingo antes do Natal.

Segundo o Museu de Natal Alemão, um dos primeiros exemplos de um tipo de calendário do Advento vem de um livro infantil de Elise Averdieck de 1850.

“Todas as noites uma nova imagem é colocada no papel de parede, e as crianças já sabem que quando todas as vinte e quatro imagens estiverem penduradas no papel de parede, então será Natal” diz um trecho da obra.

Comprar ou fazer?

A prática do ‘Calendário de Natal’ é tão popular na Alemanha e em outros países que várias marcas internacionais vendem os próprios calendários com miniaturas dos produtos.

Apesar da ‘febre’ nas redes sociais, no Brasil não é muito comum ver Calendários do Advento sendo vendidos. Por isso, fazer o seu em casa é uma maneira de participar e tornar a brincadeira mais especial.

Os calendários podem ser feitos em uma estrutura de papelão, um painel de tecido, envelopes suspensos em um galho de árvore, caixas individuais ou até mesmo saquinhos de tecido.

Para os presentes, algumas opções como doces, brinquedos, produtos de beleza e até mensagem especial podem preencher o calendário. A regra é seguir a criatividade, tornando a contagem regressiva para o Natal mais emocionante.

Giullia Gurgel é estudante de jornalismo e estagiária da Itatiaia.
Leia mais