Ouvindo...

Times

Avó de menino espancado pela mãe será ouvida nesta quinta em BH

A vítima, de 11 anos, publicou vídeos em suas redes sociais mostrando as agressões que sofria da mãe

A Polícia Civil deve ouvir nesta quinta-feira (24), na delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente, em Belo Horizonte, a avó do menino de 11 anos que denunciou na rede social ter sido espancado pela própria mãe.

Circuito de segurança da casa flagrou o momento em que a mãe aplica um mata-leão, socos e chutes no menino. A PC instaurou um inquérito e o conselho tutelar acompanha o caso.

A mulher, conforme apurado pela Itatiaia, está internada no hospital Odilon Behrens. Ela foi agredida pelo irmão, que saiu em defesa do sobrinho. Há dois anos o menino mora com a avó, que tem a guarda do neto.

Em conversa com a reportagem da Itaitaia, E.M.G, a avó da suspeita, afirma que a família vive uma situação complicada diante das agressões e que, desde que ganhou a guarda do menino, a situação piorou.

“Ele precisava dessa referência como mãe, mas ultimamente vem acontecendo muitas agressões. Os policiais já me falaram que ele ficava debaixo da trincheira esperando doação de comida. Depois que a guarda veio para mim a situação ficou pior, ela fala que eu armei para ela e roubei o menino. Sempre tem briga, confusão, ela vai lá, arrebenta o portão e faz isso. Meu filho vem para defender”, relata a avó.

Agressões

A mulher contou que os episódios começaram depois de um dia que ela chegou em casa depois de um dia de trabalho e encontrou viaturas na porta de casa. Testemunhas teriam afirmado que avistaram a investigada correndo atrás do menino. O menor foi localizado e levado para avó.

Na última segunda-feira (20), a mulher foi até a casa da mãe e usou um pedaço de pau para bater no portão. Quando Eliane abriu, ela partiu para cima do menino e começou a agredi-lo, o irmão da suspeita reagiu e defendeu o sobrinho, e acabou sendo levado para a delegacia. Depois, foi liberado.

“Ele é uma criança que sabe sair dessa situação. A gente conversa muito com ele, ele tem muita referência do tio, que ele considera como pai. Ele só fica com raiva quando chega em algum órgão e alguém diz ‘sua mãe é doente, você tem que entender isso’, e para ele não é bem assim”, completa.

‘Minha mãe está tentando me matar’

Um menino de 11 anos criou uma conta nas redes sociais para denunciar as agressões que vinha sofrendo da mãe. Ele publicou vídeos de imagens de segurança que evidenciam a suspeita o agredindo com socos, chutes e aplicando um ‘mata-leão’ no menino. Os casos ocorreram no bairro Nova Cachoeirinha, região nordeste de Belo Horizonte.

“Sou uma criança de 11 anos, estou precisando de ajuda. Faz tempo que minha mãe está tentando me matar, no dia do meu aniversário ela tentou me esfaquear”, diz a vítima.

Diante da situação, a avó do menino acionou a Polícia Civil e o Conselho Tutelar, que acompanham o caso.

Cursou jornalismo no Unileste - Centro Universitário Católica do Leste de Minas Gerais. Em 2009, começou a estagiar na Rádio Itatiaia do Vale do Aço, fazendo a cobertura de cidades. Em 2012 se mudou para a Itatiaia Belo Horizonte. Na rádio de Minas, faz parte do time de cobertura policial - sua grande paixão - e integra a equipe do programa ‘Observatório Feminino’.
Formado em Jornalismo pelo UniBH, em 2022, foi repórter de cidades na Itatiaia e atualmente é editor dos canais de YouTube da empresa.
Leia mais