Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

INSS testa inteligência artificial para combater fraudes em atestados médicos

Em 2023, mais de 1,6 milhão de pedidos foram submetidos ao INSS por meio da internet, mas 46% não foram aceitos

Fachada do prédio do INSS

O INSS iniciou testes de uma ferramenta de inteligência artificial para aprimorar a detecção de irregularidades nos atestados médicos

Pedro França/Agência Senado

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está adotando medidas inovadoras para combater fraudes em atestados médicos por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) através do uso de inteligência artificial.

Recentemente, o órgão iniciou testes de uma ferramenta de IA, desenvolvida pela Dataprev, com o objetivo de aprimorar a detecção de irregularidades nos documentos apresentados por segurados afastados por motivos de saúde.

A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) é um órgão vinculado ao Ministério da Economia que tem como objetivo desenvolver e operar sistemas de tecnologia para subsidiar as atividades do INSS e outras entidades governamentais.

Integridade

O sistema visa garantir a integridade do processo de concessão de auxílio-doença, proporcionando maior segurança e confiabilidade aos beneficiários.

Em 2023, mais de 1,6 milhão de pedidos foram submetidos ao INSS por meio da internet, mas cerca de 46% não foram aceitos. Ou seja, cerca de 736 mil atestados médicos foram barrados no último ano.

A implementação da inteligência artificial tem como objetivo aprimorar os mecanismos de verificação, fortalecendo a capacidade do INSS em identificar e combater possíveis fraudes.

A nova abordagem utiliza um robô especialmente desenvolvido para essa finalidade que realizará uma minuciosa varredura nos atestados enviados por meio da plataforma Atestmed, que está disponível desde setembro de 2023.

O processo não se limita apenas à verificação da autenticidade do documento, mas também incluirá a análise de outros elementos-chave, como nome, assinatura e CRM do médico responsável.

A ferramenta também tem a capacidade de identificar o endereço de origem do arquivo para verificar a legitimidade do atestado médico.

“A inteligência artificial é uma necessidade”

O Atestmed é uma plataforma, ligada ao INSS, que permite a análise online de documentos pedidos de benefício por incapacidade temporária.

O benefício é concedido ao trabalhador que está impossibilitado de trabalhar por mais de 15 dias consecutivos devido a condições de saúde.

O direito ao benefício é concedido após um período de carência de 12 contribuições mensais.

De acordo com o INSS, apesar do sistema agilizar os benefícios, o modelo aumentou os temores de fraude.

Sem a necessidade de perícia médica, poderia haver mais concessões irregulares e maior gasto público. Assim, a inteligência artificial deverá atuar neste vácuo.

“A inteligência artificial é uma necessidade. O médico perito não tinha um banco de dados para comparar a letra do atestado, saber se fugia do padrão. A inteligência artificial vai sendo alimentada e consegue comparar estes padrões”, disse o presidente do INSS à CNN no final do ano passado.

*Com informações da CNN

Formado em Jornalismo pela UFMG, com passagens pelo jornal Estado de Minas/Portal Uai e produção de vídeos para a Labe Tecnologia. Hoje, é repórter multimída da Itatiaia na área de Tendências Digitais.
Leia mais