Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Mineira faz nota máxima em Matemática no Enem 2023 e conta como conseguiu acertar as 45 questões

Júlia Mendes, de 17 anos, detalha como conseguiu acertar as 45 questões de matemática do Enem e revela estratégia para resolver a prova

Aluna nota máxima enem 2023

Júlia Mendes acertou todas as questões da prova de matemática do Enem 2023

Divulgação | Bernoulli

Divulgado nesta terça-feira (16), o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio representa para muitos candidatos uma oportunidade de ingressar no ensino superior. O momento de conferir a notas da prova, que pode ser tenso para muitos estudantes, nesta edição, foi motivo de muita felicidade para Júlia Mendes, de 17 anos, que fechou a prova de matemática. Ela alcançou 958 pontos - nota máxima do caderno da disciplina.

Em entrevista à Itatiaia, Mendes deu detalhes sobre como se preparou e quais foram as estratégias que ela escolheu para conseguir acertar todas as 45 questões.

A jovem é da cidade de Patos de Minas, região do Alto Paranaiba, e veio para Belo Horizonte, estudar no colégio Bernoulli no terceiro e no segundo ano do Ensino Médio com o sonho de um dia cursar medicina. Julia contou que, apesar de sempre ter tido mais facilidade em matemática, sempre estudou muito o conteúdo da disciplina. “Eu sempre tive uma afinidade pelas exatas, mas desde muito cedo eu fiz Kumon e ele ajudou muito, porque ele me ajudou a ter mais agilidade na hora de fazer contas básicas”, explica.

Para ela, os estudantes que querem alcançar uma nota excelente em matemática no Enem não podem subestimar o estudo ativo - que consiste em resolver muitas atividades. “Eu estudava fazendo muitas questões. Aqui no Bernoulli o cronograma era extenso, tem mais de 60 módulo e eu não deixava de fazer nenhum. A matemática é um estudo ativo, eu acredito que tem fazer muitas questões e sem usar a calculadora, porque, no Enem, agilidade com a matemática básica conta muito”, afirma.

Fórmula para resolver o Enem

Diferentemente do que muitos candidatos pensam, Mendes afirma que não existe um método correto para resolver as provas objetivas do Enem. “Como eu estava em um ambiente de cursinho pré-vestibular, eu sempre conversava com pessoas que tinham uma forma pré-definida de resolver a prova e os simulados. Eu acredito que cada pessoa tem que desenvolver o seu próprio método a medida que vai treinando para prova”, pontua.

Para resolver o Enem, Júlia fez as questões na ordem numérica. “A gente escuta muitas pessoas falando para resolver a prova priorizando as questões mais fáceis e depois indo para as difíceis, por causa da TRI. Mas, no meu caso, isso não funciona porque eu não costumo travar nas questões, eu passo para frente - o que acaba não prejudicando o meu tempo, mesmo se eu fizer a prova na ordem das questões. Eu prefiro fazer dessa forma porque eu tenho o controle de quantas questões eu já fiz”, explica.

Outro ponto que a estudante levanta é que no Enem prevalece a resistência física. Por isso, Mendes aconselha que os estudantes que ainda vão fazer o exame treinem o corpo para aguentar o tempo de prova e a quantidade de questões. “Como o Enem tem 90 questões, é importante que o corpo seja treinado para aguentar se manter concentrado por muito tempo”.

Pontos importantes para estudar para o caderno de matemática do Enem

Matemática Básica

Mendes pontua que é importante que os candidatos estudem muito matemática básica e saibam fazer com agilidade as quatro operações - soma, subtração, divisão e multiplicação. "É importante estudar muito matemática básica, principalmente contas com números que tem vírgulas, porque isso dá agilidade para fazer a prova que é muito extensa”.

Estatística

Conteúdo apresentado aos alunos no Ensino Fundamental, a estatística, para Mendes, é um dos principais conteúdos que devem ser estudado pelos alunos. “Estudar média, moda e mediana é bem importante, por mais que sejam assuntos que vemos na 5ª série, cai muito no Enem e são consideradas questões fáceis pela TRI. Então, é importante não errar para não sofrer penalidade na nota”.

Super dica!

A última dica da jovem para os estudantes que querem tentar o Enem novamente nesse ano é prestar muita atenção ao enunciado das questões. "É importante ler bem as questões para não cair em pegadinhas. Um ponto muito comum no Enem são questões que dão todas as informações em centímetros, por exemplo, e depois pedem a resposta em metros”, finaliza.

Leia Também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Ana Luisa Sales é estudante de jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na Itatiaia desde 2022, já passou por empresas como ArcelorMittal e Record TV Minas. Atualmente escreve para as editorias entretenimento, curiosidades e cidades.
Leia mais