Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Dupla que roubou quase R$ 1 milhão em chocolates argentinos pega 29 anos de prisão

Bandidos ainda levaram pertences do motorista da carreta atacada, entre eles um rádio, uma geladeira e uma televisão

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina confirmou a condenação de dois criminosos que roubaram uma carga com mais de 3 mil caixas de chocolate argentinos, avaliada em quase R$ 1 milhão. Eles terão que cumprir 29 anos de prisão em regime inicial fechado

Segundo a denúncia do Ministério Público, a organização criminosa era composta por seis somente. Nesta ação, somente dois deles foram julgados. Além do roubo da carga, avaliada em R$ 895 mil, os bandidos levaram pertences do motorista da carreta atacada, entre eles um rádio, uma geladeira e uma televisão. O condutor disse que carregou o caminhão em Campana, na Argentina. Em algum ponto do Rio Grande do Sul, recorda, notou que era seguido por um caminhão com reboque e mais um carro.

Quando estacionou o veículo em uma parada, o trabalhador foi abordado e rendido pelos criminosos. O grupo emparelhou os caminhões e promoveu a baldeação da carga. O motorista obrigado a deitar na cama da cabine da carreta, a cobrir o rosto e foi levado pelo bandidos para outra cidade. Após retirar a carga, os criminosos ordenaram que a vítima esperasse meia hora parada e fugiram.

O desembargador que relatou o apelo apontou que a materialidade delitiva restou provada através de boletins de ocorrência, notas fiscais, laudo pericial, informações prestadas pela PRF e documentos de réus entre outras provas. Alguns dos componentes do grupo também já eram conhecidos da polícia por crimes do mesmo teor. Um dos apelantes, inclusive, já tinha ocorrências no Paraná por roubo de cargas de batata-palha e de pão de alho. A manutenção da condenação e das penas impostas foi decisão unânime do colegiado.

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais