Ouvindo...

Times

Sessão da CPI da Enel tem queda de energia na Assembleia de SP

Presidentes da companhia estão sendo ouvidos nesta terça (14)

Uma queda de energia elétrica aconteceu na manhã desta terça-feira (14) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) quando estava começando a sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Enel, empresa concessionária do serviço de energia na capital paulista e região metropolitana.

Antes de começar a reunião, outro apagão rápido tinha ocorrido no local, cerca de 10 minutos após o início da sessão, durante a fala do deputado Luiz Fernando Teixeira (PT). “Olha aí, seu presidente. Um apagão da Enel. Isso é proposital, seu presidente?”, questionou o deputado.

Em nota, a empresa disse que não tem relação com a oscilação da energia elétrica no prédio da Alesp. O presidente da CPI, deputado Thiago Auricchio (PL), criticou a situação ocorrida e disse que uma televisão e um adaptador da Assembleia queimaram no apagão.

“Dizer que a Enel foi vítima dela mesma agora, porque o senhor Max [presidente] queria fazer a apresentação e não conseguiu por conta da queda de energia”, afirmou.

Nesta terça, estão sendo ouvidos o presidente da Enel São Paulo, Max Xavier Lins, e o presidente nacional da companhia, Nicola Contugno. Eles foram criticados por terem pedido - e conseguido - uma liminar para ficar em silêncio no depoimento.

Mesmo assim, o presidente de São Paulo, primeiro a ser ouvido, respondeu às perguntas dos deputados. O depoimento dele começou pouco depois das 10h, com um pedido de desculpas, e continuava até por volta das 13h30.

Ambos tinham sido convidados pela CPI, mas só compareceram após o temporal que deixou 2,1 milhões de consumidores sem energia elétrica na Grande São Paulo na sexta-feira (3). Oito pessoas morreram.

A CPI foi aberta em maio deste ano para investigar irregularidades e práticas abusivas cometidas pela Enel, entre 2018 e 2023.

Jornalista há 15 anos, com experiência em impresso, online, rádio, TV e assessoria de comunicação. É repórter da Itatiaia em São Paulo.
Leia mais