Ouvindo...

Times

Caso Nardoni: mãe de Isabella se revolta com soltura de Anna Carolina Jatobá

Anna Carolina Jatobá recebeu na noite de terça-feira (20) o benefício de progressão de regime prisional para o aberto

“Sabia que esse dia chegaria, só não que tão rápido. Nunca estamos preparados para isso, né? Senti tristeza. Muita Tristeza”. Foi o que disse Ana Carolina Oliveira, 39, à Folha de S. Paulo sobre a soltura de Anna Carolina Jatobá — condenada pela morte de sua filha, Isabella Nardoni , 5, em março de 2008.

Ela disse à reportagem que estava dirigindo o carro quando soube e está abalada. “Se minha filha não volta para casa, eles [os condenados] também não deveriam voltar.”

Soltura

Foi solta na noite de terça-feira (20), Anna Carolina Jatobá, após a Justiça conceder progressão para o regime aberto. A liberdade foi confirmada pela SAP (Secretaria da Administração Penitenciária). A decisão judicial proferida pela 2ª Vara das Execuções Criminais de Taubaté.

Por volta das 19h45, Jatobá deixou a Penitenciária Feminina I Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1, em Tremembé, interior de São Paulo. Ela deixou a penitenciária acompanhada de parentes .

O Tribunal de Justiça, que não forneceu informações sobre a soltura de Jatobá, afirmando que o caso corre em segredo de Justiça. “O processo de execução da pena da Anna Carolina Jatobá tramita em segredo de justiça”, disse.

Condenação

Anna Carolina Jatobá cumpre pena há 15 anos pela morte da enteada Isabella Nardoni, de apenas cinco anos, que foi jogada de um prédio em São Paulo, em 2008. Além de Jatobá, o pai da garota, Alexandre Nardoni, também foi condenado pelo crime e segue cumprindo a pena.

Em 2017, Jatobá progrediu ao regime semiaberto e, desde então, era beneficiada com as saidinhas temporárias. As atividades fora do presídio, no entanto, eram discretas e raramente ela era vista nas ruas.

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais