Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Produtores se unem para recolher embalagens de agrotóxicos; entenda a ação

Ação integra estratégia para promover a agricultura sustentável, como integrante do Pacto Global da ONU. De 2021 pra cá, já foram recolhidas cerca de 10,5 toneladas deste tipo de material no município,

Mais de 80 produtores rurais do município de São Pedro da União, no Sul de Minas Gerais, participaram do “Dia do Campo Limpo”, realizado pela Emater-MG na última segunda-feira (15). O evento teve o objetivo de recolher embalagens vazias de agrotóxicos e resultou na coleta de 1.630 quilos de materiais, que terão uma destinação adequada e não representarão mais risco de contaminação para os produtores e suas famílias e o meio ambiente.

“Foi um grande sucesso! Os produtores rurais atenderam nosso chamado para esta ação e assim essas embalagens terão um destino correto e deixam de ser fonte potencial de contaminação de pessoas e de toda a flora e fauna no nosso município”, disse o gerente regional do escritório regional da Emater en Guaxupé, Marcelo Bonfim.

De 2021, quando a Emater-MG começou a organizar os eventos de recolhimento de embalagens de agrotóxicos em São Pedro da União, até este evento mais recente, já foram recolhidas cerca de 10,5 toneladas deste tipo de material no município, conforme dados da Apamig.

Essas ações de recolhimento adequado de embalagens de agrotóxicos são realizadas em vários outros municípios, com destaque para as áreas produtoras de café, como o Sul do estado. Esses materiais exigem um descarte especializado, pois os resíduos de produtos químicos podem prejudicar a saúde dos trabalhadores das lavouras e suas famílias, além de contaminar o solo e os cursos d'água.

O engenheiro agrônomo Luiz Henrique Brigagão, do escritório da Emater-MG em São Pedro da União, afirma que o engajamento dos produtores rurais no recolhimento correto das embalagens vem aumentando. “Temos feito em média dois eventos por ano, um no primeiro semestre e outro no segundo, e os produtores têm sido bem presentes. É uma oportunidade de descartar de forma adequada esses materiais. Os produtores já têm consciência de que é melhor usar os produtos e já devolver as embalagens logo que possível, pois o armazenamento na propriedade implica em riscos de contaminação do meio ambiente, além de sanções por parte dos órgãos ambientais”, argumenta.

Trabalho ‘fecha ciclo’ das embalagens

De acordo com o InPEV, criador do Sistema Campo Limpo, esse trabalho permite o fechamento do ciclo de vida das embalagens, destinando-as corretamente para que se tornem matérias-primas para novos produtos, entre eles, novas embalagens de defensivos agrícolas e tampas, além de outros artefatos plásticos, como conduítes, dutos e tubos. E os que não podem ser reaproveitados são incinerados de forma controlada, de modo a evitar a contaminação ambiental.

Desde 2021, a Emater-MG participa do Sistema Campo Limpo. Os técnicos de campo organizam os eventos em diversos municípios, com a mobilização dos produtores e a orientação sobre o manuseio e descarte das embalagens de defensivos agrícolas.

“Esses produtos devem ser usados de forma racional, com segurança, evitando o uso indiscriminado. E as embalagens não podem ser jogadas em qualquer lugar, é preciso um cuidado especial para evitar a contaminação com os resíduos”, explica o extensionista Luiz Henrique Brigagão. Entre as orientações dos técnicos da Emater-MG, estão a importância de realizar a tríplice lavagem das embalagens, o que assegura a completa remoção de resíduos, além de separar as tampas dos recipientes, para facilitar o processo de reciclagem.

Empresa é a primeira a aderir ao Pacto Global

Iniciativas como a adesão ao Sistema Campo Limpo são parte da estratégia da Emater-MG de incentivar a sustentabilidade na agropecuária. A empresa é a primeira do setor público de assistência técnica e extensão rural do Brasil a aderir ao Pacto Global, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O acordo internacional prevê a implementação voluntária de estratégias nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção. É, atualmente, a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa no mundo, com mais de 21 mil participantes em 164 países. O Pacto Global é uma iniciativa de adesão voluntária que fornece diretrizes para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania, por meio de lideranças corporativas comprometidas e inovadoras.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

A Agência Minas é um portal de notícias mantido pelo governo do Estado de Minas Gerais que divulga as ações de governo e prestação de serviços ao consumidor do serviço público.
Leia mais