Ouvindo...

Times

BBC é criticada ao suspender Gary Lineker, que comparou lei anti-imigração a medida nazista

Ex-atacante da seleção inglesa é um dos mais respeitados comentaristas do canal britânico

A saída da BBC de seu apresentador estrela Gary Lineker desencadeou fortes críticas ao grupo audiovisual britânico neste sábado e o apoio de muitos comentaristas e personalidades políticas ao ex-jogador de futebol sancionado por um tuíte em que criticava o governo.

“Revolta por Lineker”, “Motim na BBC”, “A Beebs vai longe demais”... O anúncio na noite de sexta-feira da suspensão temporária de Gary Lineker, ex-jogador e apresentador do imensamente popular ‘Match Of The Day’, provocou tal clamor que ofuscou amplamente nas primeiras páginas dos jornais britânicos a visita do primeiro-ministro Rishi Sunak a Paris no dia anterior.

O ex-atacante da seleção inglesa, que apresenta desde 1999 o programa, foi suspenso pela gigante audiovisual britânica após criticar na terça-feira o novo projeto de lei do governo conservador que busca impedir que migrantes que chegam pelo Canal de la Mancha peçam asilo no Reino Unido, projeto denunciado até na ONU.

É uma “política cruel para com os mais vulneráveis, em termos não muito diferentes daqueles usados pela Alemanha na década de 1930", escreveu ele no Twitter, onde o ex-jogador de 62 anos compartilha regularmente suas visões progressistas com seus 8,8 milhões de seguidores.

Onda de apoio

A BBC havia declarado primeiro que iria falar com o apresentador. Na sexta-feira, o grupo audiovisual acabou decidindo “que (Gary Lineker) iria deixar de apresentar ‘Match Of The Day’ até chegarmos a um acordo claro com ele sobre o uso das redes sociais”.

As reações não demoraram a chegar: seis comentaristas anunciaram sua retirada levando em consideração essas “circunstâncias”, além de consultores do programa, como os ex-jogadores da seleção inglesa Ian Wright e Alan Shearer.

Resultado: devido à falta de pessoal, o programa do meio-dia ‘Football Focus’ foi substituída no último minuto por um programa de compra e venda de antiguidades, enquanto um programa de restaurações seria transmitido às 16h30 locais (13h30 de Brasília) no lugar do ‘Final Score’.

Quanto ao ‘Match Of The Day’, uma verdadeira instituição no Reino Unido, onde o programa é transmitido desde 1964, continua na grade neste fim de semana, mas não haverá análise, nem apresentador, revelou a BBC no momento em que uma petição de apoio ao ex-jogador ultrapassa as 165 mil assinaturas.

“Lamentamos essas mudanças e reconhecemos que elas são decepcionantes para os fãs da BBC Sport”, disse o canal em um comunicado. “Estamos trabalhando para resolver a situação”.

No plano político, a decisão do grupo audiovisual foi denunciada por diversas personalidades, desde a oposição trabalhista até a primeira-ministra escocesa Nicola Sturgeon, que chamou de “indefensável” a posição da BBC, que, segundo ela, põe em perigo a liberdade de expressão diante da pressão política”.

Segundo o jornal The Daily Express deste sábado, um grupo de 36 parlamentares conservadores britânicos teria escrito uma carta ao CEO do grupo, Tim Davie, para pedir desculpas “sem reservas” por parte do apresentador.

“A BBC lançou dúvidas sobre sua própria credibilidade ao parecer ceder à pressão do governo”, disse o ex-diretor geral da BBC, Greg Dyke.

Imparcialidade

A BBC tem sido regularmente criticada ultimamente, com acusações de ter distorcido a cobertura do Brexit e focado nas preocupações das elites urbanas.

Desde então, o grupo afirmou colocar a imparcialidade como uma “prioridade” e, por conselho do governo, Richard Sharp foi nomeado em 2021 como presidente da BBC.

Mas esta nomeação foi alvo de críticas, já que o ex-banqueiro, conhecido doador do Partido Conservador, supostamente ajudou o ex-primeiro-ministro Boris Johnson a obter um empréstimo de 800.000 libras (960.000 dólares) antes de sua nomeação.

Gary Lineker, que marcou 48 gols pela Inglaterra até sua aposentadoria em 1994, não reagiu publicamente à suspensão, mas repetiu nesta semana que assume completamente suas palavras.

Apelidado de ‘Mister Nice’ pelo seu comportamento irrepreensível ao longo da carreira (nunca recebeu um cartão amarelo), tem por hábito expressar as suas posições políticas nas redes sociais, em particular contra o Brexit e em defesa dos migrantes.

Lineker esteve neste sábado em Leicester, sua cidade natal, onde iniciou sua carreira profissional, para presenciar a partida dos ‘Foxes’ contra o Chelsea, pela Premier League.

A nova lei, que, segundo o governo, visa pôr fim à chegada de migrantes pelo Canal da Mancha, foi criticada por associações de defesa dos direitos humanos e pela ONU, que acusou Londres de querer “pôr fim ao direito de asilo”.

AFP
Agence France-Presse é uma agência de notícias francesa, a AFP cobre a atualidade mundial com uma qualidade única de produção multimídia em vídeos, textos, fotos e infográficos em seis línguas.
Leia mais