Ouvindo...

Times

Leila Pereira fala sobre caso Abel x Al-Sadd: ‘Nem lembro desse clube’

Presidente do Palmeiras reforça confiança em treinador e demonstra não ter preocupação com processo movido pelo clube do Catar na Fifa

Demonstrando total confiança no técnico Abel Ferreira, a presidente Leila Pereira se pronunciou pela primeira vez sobre o processo movido pelo Al-Sadd, do Catar, contra o treinador do Palmeiras. O clube do Oriente Médio alega que o comandante português descumpriu um pré-contrato assinado no fim da última temporada e move um processo na Fifa, cobrando uma reparação de 5 milhões de euros (R$ 28 milhões na cotação atual).

“Abel tem contrato conosco até dezembro de 2025. Isso que nos interessa. Ele está onde quer estar e meu grande desafio seria que, se o associado continuar confiando no meu trabalho, me reeleger presidente, eu gostaria que o Abel ficasse conosco até o último dia do meu mandato”, disse.

“Esse é o grande ponto, gente. Al-Sadd... Eu nem lembro desse clube. Vocês que me lembram desse clube. O mais importante é que o Abel está no Palmeiras. Ele ama estar no Palmeiras e tenho certeza que o torcedor também”, acrescentou a presidente, após o conselho técnico de clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, nesta segunda-feira (27).

Segundo Leila Pereira, o caso não estremece a confiança do clube com o treinador, que é o mais vencedor da história do Verdão, ao lado de Oswaldo Brandão, com dez títulos conquistados.

“De jeito nenhum (estremece a confiança). O Abel tem nossa mais profunda consideração. É um treinador extremamente sério e focado. Então, ele tem muita credibilidade conosco”, declarou.

“Já falei com ele: ‘Abel, seu foco é no Palmeiras, a sua casa é aqui’. É um técnico extremamente vitorioso, que tem minha total confiança e vou fazer o possível e impossível para Abel ficar até o fim do meu mandato”, finalizou.

Entenda o caso

O Al-Sadd, do Catar, acionou Abel Ferreira na Fifa alegando que o treinador do Palmeiras descumpriu um pré-contrato assinado entre as partes no fim da temporada passada. O clube catari pede o pagamento de uma multa de 5 milhões de euros (R$ 28 milhões na cotação atual).

A informação de que o Al-Sadd acionou a Fifa contra o técnico Abel Ferreira foi divulgada pela TNT Sports e confirmada pela Itatiaia.

À reportagem, o Palmeiras informou que “está ciente do caso e já vem tomando todas as medidas jurídicas cabíveis”. O treinador já foi notificado pela Fifa e acionou os advogados.

O Al-Sadd se queixa na Fifa de que Abel Ferreira teria assinado um pré-contrato 15 de novembro do ano passado. O acerto seria para que o comandante português assumisse a equipe a partir de dezembro de 2023.

Em seguida, no entanto, Abel Ferreira teria recuado e assinou uma renovação com o Palmeiras até o fim da próxima temporada.

Segundo as regras atuais, jogadores podem assinar um pré-contrato seis meses antes do término do vínculo vigente. Para os treinadores, não há restrição.

Na última quinta-feira (23), Abel Ferreira fez um pronunciamento sobre o caso. Nas declarações, o comandante português ressaltou que só existe uma “verdade” e exaltou a relação com o time palestrino, mas não explicou se de fato assinou algum documento. Em seguida, afirmou que não comentará mais o caso.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Brenno Costa é jornalista multimídia formado pela Universidade Católica de Pernambuco e pós-graduado em comunicação e marketing pela Estácio. Atualmente, é correspondente da Itatiaia em São Paulo. Antes, trabalhou na Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco/Superesportes e no Globo Esporte.
Leia mais