Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Abel não esconde cansaço do Brasil e fala sobre possível saída do Palmeiras

Técnico português tem contrato até dezembro de 2024, mas desabafou sobre futebol brasileiro e nível de competição no país

Abel Ferreira em coletiva após o título do Campeonato Brasileiro pelo Palmeiras

Abel Ferreira em coletiva após o título do Campeonato Brasileiro pelo Palmeiras

Leonardo Gimenez/Itatiaia

Nesta quarta-feira (6), o Palmeiras sagrou-se campeão do Campeonato Brasileiro de 2023 e chegou ao nono título sob o comando de Abel Ferreira. O técnico desabafou após a conquista e não descartou uma possível saída do Verdão ao final da temporada.

Segundo informações do jornal Sport, da Espanha, Abel Ferreira pode deixar o Palmeiras ao final da temporada de 2023. A publicação espanhola informou negociações avançadas do técnico palmeirense com o Al Sadd, do Catar.

“Saíram notícias absurdas, do dinheiro que eu ganho, que eu ganharia, todas falsas. Se fosse por dinheiro eu teria saído dois meses atrás, há um mês também tentaram desses lados (Arábia), não quis ouvir”, reclamou Abel em entrevista coletiva após o título conquistado no Mineirão.

Cansaço do Brasil

Abel admitiu apenas que tem dúvidas se aguenta mais um ano à frente do Palmeiras devido ao desgaste que o futebol brasileiro gera nos profissionais.

“Mas não vou esconder, só de imaginar que no dia 17 de janeiro estamos a competir outra vez, eu tenho que pensar como fiz no final da primeira Libertadores, no final da segunda. Tenho contrato e cláusulas a cumprir, para os dois lados. Também já disse que estou cansado, são três anos seguidos. Quanto mais ganhamos, mais se cobra. Mais energia eu preciso dar aos outros”, seguiu o desabafo.

Abel terminou a quarta temporada consecutiva no comando do Palmeiras. O contrato do treinador tem duração até o final do mandato da presidente Leila Pereira, dia 31 de dezembro de 2024.

“Ano que vem vai ser pior ainda, não vamos ter descanso, serão jogos atrás de jogos. Jogadores chamados para seleções, já competimos nos dias 16 enquanto os clubes do Paulista já estão se preparando. O Palmeiras terá férias para depois voltar e quando voltar terá todos os clubes querendo ganhar do Palmeiras. Vão exigir de mim que faça melhor que ano passado”, disse.

“Não sei se tenho energia suficiente para dar para esses jogadores. Não sei se tenho energia para continuar. O que preciso nesse momento é descansar. Muito sinceramente, começar a competir no dia 17… lembro muito bem quando ganhamos a Libertadores. Tenho dúvidas”, confessou.

Próximo objetivo

O Palmeiras entra de férias após comemorações do título nesta quinta-feira (7) e se reapresenta na primeira semana de janeiro de 2024, já mirando a disputa do Campeonato Paulista que se inicia dia 17 do primeiro mês.

“Vou fazer o que sempre fiz. Ir para casa, com a família, descansar. Repousar a cabeça, ver meus pais, meus amigos. Tenho bom contrato aqui, é verdade, mas quero ter tempo para gastar o meu dinheiro”, finalizou.

O desejo da presidente Leila Pereira é ter o técnico Abel Ferreira pelo menos até o final do contrato atual, já tendo demonstrado interesse em renovar com o português até o final de 2027. A decisão será informada pelo clube até o final de dezembro.

Jornalista fascinado por futebol de base e análise de desempenho. Faz a cobertura de São Paulo e Palmeiras na Itatiaia após passagens por ESPN, Globoesporte.com e Band.
Leonardo Garcia Gimenez é repórter multimídia na Itatiaia. Natural de Arcos-MG e criado em Iguatama-MG. Passou também pela Record Minas.
Leia mais