Ouvindo...

Times

‘Não será vice protocolar,’ garante presidente do Náutico sobre Tatiana Roma

Tatiana Roma é a primeira mulher eleita para o cargo de vice-presidente na história de um clube pernambucano

Pela primeira vez na centenária história do Náutico, o cargo de vice-presidente do clube será preenchido por uma mulher. Para além da questão simbólica, conforme fez questão de ressaltar o presidente eleito, Bruno Becker, Tatiana Roma irá participar diretamente das decisões e diretrizes do clube.

“Mas é bom que se diga que a escolha de Tatiana foi técnica, ela tem cursos de gestão esportiva, jornalista de formação, é uma pessoa extremamente capacitada para ocupar essa cedeira. Ela reúne a capacidade técnica a essa sinalização de ser pioneira no cargo”, disse Becker.

“Além da questão simbólica, isso diz muito do que essa gestão pensa em relação a um clube mais inclusivo, plural, um clube que traga para dentro as demandas da sociedade, em relação a minorias, ao local de voz e fala dessas minorias, da mulher, essa é uma sinalização muito importante. O papel de Tatiana será importantíssimo. Não será minha vice-presidente protocolar. A palavra final é do presidente, mas ela estará presente em várias pautas, reuniões e opinando com a expertise que tem”, acrescentou.

A expectativa, inclusive, é que Tatiana Roma acumule outras funções no clube. “Ela ficará responsável, para além da vice-presidência, de pautas específicas que serão definidas ao longo desta semana”, disse Becker.

Além de ser pioneira como vice-presidente, Tatiana tem no histórico a experiência de já ter ocupado o cargo de diretora da Mulher no clube. A experiência, entretanto, acabou se tornando um caso de polícia envolvendo o irmão de Edno Melo, então presidente do clube. Em 2021, Roma demitiu-se do cargo ao prestar queixa na Delegação da Mulher contra Errisson Melo, então superintendente financeiro do clube, por crimes de importunação sexual e contra a honra.

Jornalista, natural do Recife, é atualmente correspondente do portal Itatiaia Esporte na região Nordeste. Com mais de uma década de experiência no jornalismo esportivo, tem passagens pela Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco, Superesportes e NE45. Em Portugal, trabalhou por O Jogo e Sport Magazine.
Leia mais