Ouvindo...

Times

Técnico do Cruzeiro, Larcamón é chamado de ‘burro’ após vice no Mineiro

Argentino, de 39 anos, foi hostilizado por milhares de torcedores depois da derrota para o Atlético, no Mineirão

Após a perda do título do Campeonato Mineiro, o técnico Nicolás Larcamón deixou o gramado do Mineirão, em Belo Horizonte, chamado de “burro” por milhares de torcedores do Cruzeiro.

Sob o comando do treinador argentino, o time celeste abriu o placar contra o Atlético com Mateus Vital, aos seis minutos do segundo tempo. Como registrou a melhor campanha na primeira fase, o Cruzeiro poderia até sofrer o empate para ficar com o título estadual.

No entanto, apesar da vantagem parcial, uma substituição mudou o rumo da decisão: a entrada do zagueiro João Marcelo e a saída de Vital no Cruzeiro, aos 16’ da etapa final.

Com a mexida, o Cruzeiro se fechou na defesa e viu o Atlético crescer e buscar a virada com direito ao maior público do novo Mineirão, com 61.582 espectadores. A equipe de Gabriel Milito deixou tudo igual com Saravia, aos 19’, virou com Hulk, aos 30’, e sacramentou o título com Scarpa, já aos 47’ do segundo tempo.

Sob pressão, Cruzeiro volta a campo no meio de semana

Vice-campeão do Mineiro, o Cruzeiro entrará em campo sob pressão na próxima quinta-feira (11), às 21h (de Brasília). Os comandados de Larcamón receberão o Alianza FC, da Colômbia, pela segunda rodada da Copa Sul-Americana.

Desde que chegou à Toca da Raposa II, no início de janeiro, Larcamón somou 14 partidas à frente do Cruzeiro. Ao todo, foram sete vitórias, quatro empates e três derrotas.

Vale ressaltar que Larcamón recebeu a primeira pressão da torcida após a eliminação para o Sousa, da Paraíba, na 1ª fase da Copa do Brasil.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Leonardo Garcia Gimenez é repórter multimídia na Itatiaia. Natural de Arcos-MG e criado em Iguatama-MG. Passou também pela Record Minas.
Leia mais