Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Ronaldo divulga carta à torcida do Cruzeiro, admite erros e celebra ‘volta à América’

Sócio majoritário da SAF do Cruzeiro se pronunciou após fim da temporada 2023

Ronaldo, gestor do Cruzeiro, em GP da Fórmula 1 2023

Ronaldo, dono da SAF do Cruzeiro, emitiu carta para falar do desempenho do clube nesta temporada

GIUSEPPE CACACE/AFP

Sócio-majoritário da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Cruzeiro, Ronaldo divulgou uma carta, nesta sexta-feira (8), em que comentou o desempenho do clube dentro e fora do campo em 2023. O Fenômeno reconheceu erros cometidos pela gestão, mas também comemorou a classificação da equipe à Copa Sul-Americana de 2024 e prometeu uma próxima temporada mais ‘audaciosa’.

Ronaldo disse ainda que sua administração ‘nunca escolheu o caminho mais fácil’ para resolver os problemas, mas, sim, o verdadeiro e seguro para longo e médio prazos.

“Chegamos ao fim da difícil temporada de 2023 e a minha intenção aqui não é nos eximir de culpa pelos erros cometidos - pelo contrário, reconhecê-los -, mas também jogar luz sobre os muitos passos positivos dados na direção de reerguer um gigante como o Cruzeiro. O caminho mais fácil nunca foi opção. E o correto, apesar de mais complexo, é o único verdadeiramente seguro para o médio e longo prazo”, iniciou o texto.

Apesar de reconhecê-los, Ronaldo não especificou quais foram os erros do Cruzeiro no ano. O gestor preferiu focar no que ele entendeu como evolução nesses dois anos de sua gestão à frente do Cruzeiro.

“As nossas prioridades, desde o início da gestão, eram a organização das finanças, o respeito aos colaboradores e jogadores, o resgate dos valores e do orgulho de ser Cruzeiro, os pagamentos em dia, claro. da reconstruído de toda a cadeia de suprimentos, o desenvolvimento da infraestrutura e investimentos na base, além, é claro, da reconstrução dos resultados esportivos de maneira sustentável”, disse.

Para Ronaldo, o ano de 2023 seria o mais difícil desde o início do trabalho da atual gestão no clube. O ex-camisa 9 da Seleção Brasileira enfatizou que o aprendizado com os erros será importante no decorrer do trabalho.

“Não tenho dúvida dos nossos acertos no caminho até aqui. Nunca escondi de vocês que seria a temporada mais difícil da nossa jornada juntos por diversos fatores, mas sei que também tropeçamos em decisões importantes e cada um desses erros, embora tenha dificultado inclusive a nossa relação, nos proporcionou lições valiosas que nos impedirão de repeti-los”, comentou.

O Cruzeiro terminou o ano sem títulos. O time foi eliminado nas semifinais do Campeonato Mineiro, saiu nas oitavas de final da Copa do Brasil, e encerrou o Campeonato Brasileiro na 14ª colocação, com 47 pontos em 38 jogos.

“O momento agora é de alívio para todos nós, cruzeirenses. Sabemos que o ano esteve longe do ideal pela grandeza do Cruzeiro, mas, apesar de tudo, superamos as maiores adversidades e não deixamos de aprender e crescer como instituição. Alcançamos marcos significativos, como a modernização de grande parte da estrutura física dos Centros de Treinamento e tantos outros investimentos que trarão resultados palpáveis no futuro - além de conquistas do Futebol Feminino e dos Crias da Toca”, enfatizou, pedindo para que o passado fique para trás.

“O fato de que encontramos o Cruzeiro em estado terminal nunca deixará de ser parte da nossa história, porém é tempo de virar a página, deixar o passado pra trás, renovar o nosso compromisso e olhar para frente: o Novo Cruzeiro está em construção e dias muito melhores virão”, garantiu.

Por fim, Ronaldo prometeu aos torcedores um 2024 mais audacioso. “Com a mesma paixão que abracei o desafio em 2022 e com todos os aprendizados que colhemos em 2023, asseguro que 2024 será, sem dúvida, superior e mais audacioso”, explanou.

Leia a carta de Ronaldo na íntegra

Chegamos ao fim da difícil temporada de 2023 e a minha intenção aqui não é nos eximir de culpa pelos erros cometidos - pelo contrário, reconhecê-los -, mas também jogar luz sobre os muitos passos positivos dados na direção de reerguer um gigante como o Cruzeiro. O caminho mais fácil nunca foi opção. E o correto, apesar de mais complexo, é o único verdadeiramente seguro para o médio e longo prazo.

Hoje, com muita alegria, estamos de volta à América! Dois anos atrás isso era inimaginável. E as nossas prioridades, desde o início da gestão, eram a organização das finanças, o respeito aos colaboradores e jogadores, o resgate dos valores e do orgulho de ser Cruzeiro, os pagamentos em dia de toda carreira de suprimentos, o desenvolvimento da infraestrutura e investimentos na base, além, é claro, da reconstrução dos resultados esportivos de maneira sustentável.

Não tenho dúvida dos nossos acertos no caminho até aqui. Nunca escondi de vocês que seria a temporada mais difícil da nossa jornada juntos por diversos fatores, mas sei que também tropeçamos em decisões importantes e cada um desses erros, embora tenha dificultado inclusive a nossa relação, nos proporcionou lições valiosas que nos impedirão de repeti-los.

O momento agora é de alívio para todos nós, cruzeirenses. Sabemos que o ano esteve longe do ideal pela grandeza do Cruzeiro, mas, apesar de tudo, superamos as maiores adversidades e não deixamos de aprender e crescer como instituição. Alcançamos marcos significativos, como a modernização de grande parte da estrutura física dos Centros de Treinamento e tantos outros investimentos que trarão resultados palpáveis no futuro - além de conquistas do Futebol Feminino e dos Crias da Toca.

O fato de que encontramos o Cruzeiro em estado terminal nunca deixará de ser parte da nossa história, porém é tempo de virar a página, deixar o passado pra trás, renovar o nosso compromisso e olhar para frente: o Novo Cruzeiro está em construção e dias muito melhores virão.

Com a mesma paixão que abracei o desafio em 2022 e com todos os aprendizados que colhemos em 2023, asseguro que 2024 será, sem dúvida, superior e mais audacioso.

Deixo aqui meu profundo agradecimento a todos que permaneceram ao nosso lado e a minha sincera compreensão aos que duvidaram de nós. A todos, peço um renovado voto de confiança. Sua contribuição e apoio à nossa equipe não serão em vão. Honraremos o nosso compromisso com firmeza, cientes da imensa responsabilidade que temos e obstinados por novas conquistas.

Vamos por mais!

Ronaldo

Guilherme Piu é jornalista esportivo com experiência multiplataforma: digital, revista, rádio e TV. Tem dois livros publicados e foi premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior, dentre eles o Cinefoot. Cobriu grandes eventos, como Copa do Mundo, Olimpíada, Copa América e torneios de futebol. Passou por Hoje em Dia, Uol e Revista Placar.
Leia mais