Ouvindo...

Times

Com brilho de William, Cruzeiro bate Fluminense e entra no G6 do Brasileiro

Empurrado pela torcida, time celeste conquistou vitória importantíssima no Mineirão, em Belo Horizonte, pela 10ª rodada da Série A

Empurrado pela torcida, o Cruzeiro fez valer o mando de campo e venceu o Fluminense por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (19), no Mineirão, em Belo Horizonte, em partida válida pela 10ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Os gols da vitória celeste foram marcados por William, de pênalti, no fim do primeiro tempo, e já nos acréscimos da etapa final.

Com a vitória, o Cruzeiro encerra um tabu que durava quase seis anos. A última vez que o time celeste havia triunfado em cima do Tricolor foi em 25 de agosto de 2018, também no Mineirão, em jogo da 21ª rodada do Brasileirão daquele ano.

Com o resultado, o Cruzeiro ganhou duas posições e assumiu a sexta colocação na tabela do Brasileirão, com 17 pontos. A pontuação deixa a equipe de Fernando Seabra a um ponto do G4. Por sua vez, o Fluminense caiu para a lanterna do campeonato, com apenas 6 pontos.

Próximos jogos de Cruzeiro e Fluminense

Na próxima rodada, o Cruzeiro visitará o Bahia no domingo (23), às 16h (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Já o Fluminense terá um clássico pela frente. O Tricolor das Laranjeiras receberá o Flamengo também no domingo (23), às 16h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro.

O jogo

O primeiro tempo foi movimentado, com as duas equipes buscando o ataque. O Cruzeiro competiu muito, brigou pela posse de bola e assustou mais o sistema defensivo do Fluminense.

Como os dois times demonstraram muita ofensividade, o Cruzeiro “martelava” o Fluminense. Quando a equipe celeste dava espaço, os cariocas contra-atacavam. Essa foi a tônica da etapa inicial.

Assim, Marlon teve uma excepcional chance de abrir o placar, aos 14 minutos do primeiro tempo. Após lançamento milimétrico de Matheus Pereira, o lateral saiu sozinho, na cara de Fábio. O chute cruzado passou raspando à trave.

Logo depois, Anderson assustou todo o Mineirão. O goleiro tentou dar um passe, errou, e quase marcou contra.

Aos 40 minutos, o gol de pênalti, com William. lance confirmado após auxílio do VAR.

O segundo tempo seguiu movimentado. Depois do puxão de orelha do técnico Fernando Diniz no intervalo, o Fluminense voltou melhor. O time do Rio de Janeiro ocupou melhor os espaços e criou boas oportunidades, obrigando o goleiro Anderson a fazer intervenções importantes. Não fosse o camisa 98 celeste, o pior poderia ter acontecido na etapa número dois.

Mesmo com dificuldade, o Cruzeiro segurou bem o adversário, soube trabalhar a bola e saiu com o resultado positivo.

500 jogos do Novo Mineirão

O Mineirão completou 500 jogos pós-reforma para a Copa do Mundo de 2014 no duelo entre Cruzeiro e Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. A marca foi celebrada no uniforme das duas equipes, que entraram em campo com um selo comemorativo em suas camisas.

Fábio homenageado

Antes do jogo, o goleiro Fábio foi homenageado no Mineirão. O goleiro fez a partida de 406 no estádio, contando jogos pelo Vasco, Cruzeiro e Fluminense. Por esse número importante, o ídolo celeste que hoje joga no Tricolor Carioca, recebeu a ‘Chave dos Vestiários’ antes do confronto.

Grande encontro

Pouco antes de a bola rolar no Mineirão, Fábio deixou o aquecimento no gramado. Na descida para os vestiários, o camisa 1 do Fluminense se encontrou com Pedro Lourenço, dono da SAF do Cruzeiro. Os dois se abraçaram, conversaram por alguns minutos, e depois se despediram. Momento em que o goleiro foi se preparar para o jogo.

Cronologia do jogo

Aos 37 minutos do primeiro tempo, o VAR chamou o árbitro Matheus Candançan para checar um possível pênalti de Thiago Santos, por ter colocado a mão na bola, após chute de Marlon, aos 35 minutos. O penal, com o auxílio do árbitro de vídeo, foi assinalado.

Aos 40 minutos, William recebeu a bola das mãos de Matheus Pereira. O lateral cruzeirense cobrou o pênalti no canto esquerdo. Fábio chegou a encostar na bola, mas ela entrou: 1 a 0.

Já na etapa final, aos 48 minutos, William arrancou com a bola, driblou vários jogadores e fuzilou Fábio com um chute no ângulo. Um golaço para sacramentar a vitória!

Cruzeiro 2x0 Fluminense

Cruzeiro

Anderson; William, Zé Ivaldo, João Marcelo e Marlon; Felipe Machado (Vitinho), Lucas Silva e Ramiro e Matheus Pereira; Gabriel Veron (Arthur Gomes) e Robert. Técnico: Fernando Seabra

Fluminense

Fábio; Marquinhos (Calegari), Antônio Carlos, Thiago Santos (Gabriel Pires) e Diogo Barbosa; Martinelli, Lima e Renato Augusto (Terans) e Douglas Costa (Keno); John Kennedy e Germán Cano (Kauã Elias). Técnico: Fernando Diniz

  • Motivo: 10ª rodada do Campeonato Brasileiro
  • Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
  • Data e horário: Quarta-feira, 19 de junho de 2024, às 21h30 (de Brasília)
  • Árbitro: Matheus Delgado Candançan (CBF/SP)
  • Assistentes: Alex Ang Ribeiro (FIFA/SP) e Evandro de Melo Lima (CBF/SP)
  • VAR: Daiane Muniz (FIFA/SP)
  • Gols: William, do Cruzeiro (40 min do 1ºT e 48 min do 2ºT)
  • Cartão amarelo: Matheus Pereira, Machado e Robert (Cruzeiro); Diogo Barbosa e Thiago Santos (Fluminense)
  • Cartão vermelho: nenhum jogador
  • Público: 28.812 pessoas
  • Renda: R$ 831.555,00
Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Guilherme Piu é jornalista esportivo com experiência multiplataforma: digital, revista, rádio e TV. Tem dois livros publicados e foi premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior, dentre eles o Cinefoot. Cobriu grandes eventos, como Copa do Mundo, Olimpíada, Copa América e torneios de futebol. Passou por Hoje em Dia, Uol e Revista Placar.
Leonardo Garcia Gimenez é repórter multimídia na Itatiaia. Natural de Arcos-MG e criado em Iguatama-MG. Passou também pela Record Minas.
Leia mais