Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Brasil x Europa: compare as propostas para receber a Copa do Mundo Feminina de 2027

Congresso da Fifa vai eleger na madrugada desta sexta-feira (17) a sede da competição; país concorre contra candidatura tripla de Alemanha, Bélgica e Holanda

As 211 associações filiadas à Fifa decidem na madrugada desta sexta-feira (17), em eleição, a sede da Copa do Mundo Feminina de 2027. O Brasil concorre contra uma candidatura tripla da Europa formada por Alemanha, Bélgica e Holanda.

No relatório produzido por especialistas da federação internacional, após visitas às sedes, o Brasil teve para seu projeto uma nota geral maior do que os europeus: 4 (de um total de 5) contra 3,7.

O documento é feito para orientar os eleitores na hora de decidir o voto, mas na prática acordos políticos são mais importantes.

O relatóio também disseca cada proposta. Veja abaixo os principais pontos:

Cidades com jogos

  • Brasil: 10
  • Europa: 13

Estádios

  • Brasil: 10 (todos prontos)
  • Europa: 13 (um a construir)

Estádio proposto para a abertura

  • Brasil: Maracanã, no Rio
  • Europa: Johan Cruijff Arena, Amsterdam (Holanda)

Estádio proposto para a final

  • Brasil: Maracanã, no Rio
  • Europa: BVB Stadium, em Dortmund (Alemanha)

Cidades para centros de treinamento

  • Brasil: 39
  • Europa: 55

Número de centros de treinamento

  • Brasil: 44
  • Europa: 44

Cidade para o IBC (centro de mídia)

  • Brasil: Rio
  • Europa: Amsterdam (Holanda), Dortmund (Alemanha) e Maastricht (Holanda)

Cidades para o sorteio dos grupos

  • Brasil: Rio
  • Europa: Bruxelas (Bélgica)

Período da Copa do Mundo:

  • Brasil: 24 de junho a 25 de julho de 2027
  • Europa: 18 de junho a 18 de julho de 2027

Os estádios e cidades no Brasil:

  • Mineirão (Belo Horizonte)
  • Beira-Rio (Porto Alegre)
  • Mané Garrincha (Brasília)
  • Arena Pantanal (Cuiabá)
  • Arena da Amazônia (Manaus)
  • Arena Fonte Nova (Salvador)
  • Arena de Pernambuco (Recife)
  • Arena Castelão (Fortaleza)
  • Maracanã (Rio)
  • Neo Química Arena (São Paulo)

Os estádios e cidades na Europa

  • Johan Cruijff Arena, Amsterdam (Holanda)
  • FC Twente Stadium, Enchede (Holanda)
  • Abe Lenstra Stadium, Heerenveen (Holanda)
  • Stadium Feyenoord, em Rotterdam (Holanda)
  • PSV Stadium, Eidhoven (Holanda)
  • ZebrArena, Charleroi (Bélgica) - a construir
  • RSC Anderlecht Stadium, Bruxelas (Bélgica)
  • KRC Genk Arena, Genk (Bélgica)
  • KAA Gent Arena, Ghent (Bélgica)
  • BVB Stadium, Dortmund (Alemanha)
  • Arena AufSchalke, Gelsenkirchen (Alemanha)
  • Dusseldorf Arena, Dusseldorf (Alemanha)
  • Cologne Stadium, Colônia (Alemanha)

O projeto brasileiro

A CBF sugeriu na proposta enviada que a Copa comece em 24 de junho de 2027, uma quinta-feira, com a abertura no Maracanã, no Rio, em jogo da Seleção Brasileira pelo Grupo A. A final seria em 25 de julho, no mesmo palco, um domingo.

A entidade indicou dez estádios para receber os jogos da Copa, mas outras dezenas de CTs e estádios menores espalhados pelo Brasil para os treinamentos das 31 Seleções que viajarem ao país para a competição. Os 44 CTs ou campos para treinamento foram apontados em 39 cidades diferentes, de 12 Estados.

Como será a votação

Na madrugada de 17 de maio, no horário de Brasília, o Brasil saberá se foi o escolhido para ser a sede da Copa do Mundo Feminina de futebol de 2027. Durante o 74º Congresso da Fifa, em Bangkok, na Tailândia, as 211 federações filiadas votarão em duas candidaturas. Além da brasileira disputam a conjunta de Alemanha/Bélgica/Holanda.

O Conselho da Fifa definiu os critérios para a votação. A eleição é o 11º item da agenda do Congresso, portanto deve acontecer já durante a madrugada de 17 de maio no Brasil, fim da manhã na Tailândia. O evento terá início às 9h local, 23h (de Brasília) de 16 de maio.

Cada candidatura terá 15 minutos para apresentar seu projeto. O Brasil será o segundo a falar, com os europeus abrindo. Todos os representantes dos filiados terão recebido, alguns dias antes, os relatórios produzidos por especialistas da Fifa com notas para as propostas.

Após as apresentações acontece a eleição, por meio eletrônico. O Conselho decidiu que os votos serão tornados públicos pouco depois de o resultado ser anunciado.

O sistema de votação é o seguinte:

  • Quem tiver o maior número de votos será escolhido como sede da Copa do Mundo de 2027.
  • A Fifa informou aos filiados, em comunicado, que a decisão é definitiva, ou seja, não há margem para reclamações ou recursos.
  • Pouco tempo depois do resultado ser anunciado, a Fifa vai revelar em qual candidatura cada país votou.
Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais