Ouvindo...

Times

Saiba como assistir a brasileira Maria Brechane na preliminar do Miss Universo

Miss Brasil participa de importante etapa na noite desta quarta-feira (15)

Maria Brechane, Miss Universo Brasil 2023, desfila em traje de gala e de banho na preliminar do concurso que acontece na noite desta quarta-feira (15) em El Salvador, país da América Central. Nesta etapa, a miss é avaliada por jurados e pode, inclusive, já garantir uma classificação na final do concurso.

A preliminar inicia às 23h (horário de Brasília). Inicialmente, a organização do concurso informou que era necessário baixar o aplicativo do Miss Universe e comprar o acesso que custa 5 dólares, o equivalente a R$ 30. No entanto, devido à sobrecarga no sistema pouco antes de iniciar a etapa, a organização decidiu realizar a transmissão no Youtube, como habitual.

A Miss Universo Brasil participou da entrevista preliminar nessa terça-feira (14) e, mais uma vez, chamou atenção pela ousadia do seu look. “Escolhemos um look moderno, autêntico e cheio de personalidade para esse momento tão importante! Me desejem boas energias”, escreveu Maria na ocasião.

Vale lembrar que a gaúcha se classificou na etapa “Voice for Change” - sobre o projeto social - pela votação popular pela primeira vez na história. Além dela, outras nove misses também obtiveram votos suficientes e estão classificadas. O projeto da brasileira é voltado para inclusão social.

A final do Miss Universo é no próximo sábado (18). Diferente da preliminar, a etapa será transmitida pelo canal oficial do “Miss Universe” no Youtube.

Traje típico

O desfile de traje típico será realizado a partir das 23h (horário de Brasília) desta quinta-feira (16). Assim como na preliminar, era necessário pagar 5 dólares, cerca de R$ 30, para assistir a etapa, no entanto, a organização decidiu fazer a transmissão gratuitamente pelo YouTube.

Neste ano, a organização do Miss Brasil decidiu homenagear à Arara Azul - ave ameaçada de extinção. “O traje é uma sinfonia de tons azuis, um poema visual que celebra a preservação e a deslumbrante diversidade do nosso país, incorporando elementos da Amazônia; a herança indígena; a energia contagiante das festas culturais como o carnaval e festivais folclóricos; e a alegria que caracteriza nossa nação”, destaca.

“Ao encarnar duas versões da Arara Azul, Maria destaca não apenas a luta pela sobrevivência dessa espécie, mas também a presença marcante da Arara Canindé, simbolizando a diversidade que se estende da Mata Atlântica ao coração da Floresta Amazônica. Mais do que uma representação da Amazônia, a Arara Azul torna-se uma embaixadora de toda a nação”, completa. Veja fotos aqui.

Patrícia Marques é jornalista e especialista em publicidade e marketing. Já atuou com cobertura de reality shows no ‘NaTelinha’ e na agência de notícias da Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt). Atualmente, cobre a editoria de entretenimento na Itatiaia.
Leia mais